Conecte-se conosco

FAMOSOS

Diogo Craveiro une rock psicodélico à guitarrada paraense em estreia solo

EP com quatro faixas chega nesta sexta-feira (26), unindo as diversas referências sonoras do músico

Foto: Raoni Figueiredo | Fonte: Correio Paraense

Diogo Craveiro é um nome já conhecido na cena cultural paraense por tocar em grupos como Florisse, Nação Ogan e Lauvaite Penoso, na banda de Raoni Figueiredo e em projetos de Pelé do Manifesto e Everton MC. Agora, o guitarrista lança seu primeiro projeto solo, o EP “Flor de Primavera”, nesta sexta-feira (26). Íntimo, o trabalho homenageia a irmã do artista, Dayane Craveiro, e une múltiplas referências sonoras, como o rock psicodélico e a guitarrada paraense.

“O público pode esperar de Manoel Cordeiro a Pink Floyd. É, sem dúvida, um trabalho que mistura as minhas diversas referências. Minha escola musical sempre foi a música regional paraense, mas sempre escutei rock e MPB. Gosto do som mais agressivo das guitarras distorcidas em contraste com a sonoridade ‘clean’ dos Mestres da Guitarrada. A ideia é trabalhar ritmos tradicionais com uma sonoridade mais moderna e psicodélica, em certos momentos. O resultado pode ser conferido no meu EP”, adianta o músico.

Com quatro faixas autorais, o EP traz três canções instrumentais e uma parceria com a cantora Gabriela Maurity em “Chegada”. “É a única música do álbum com letra, composta pela Gabi. Foi criado, primeiramente, o instrumental no violão, depois a Gabriela escreveu a letra, e a combinação disso foi incrível. Acho que essa música só fez sentido depois que a letra surgiu, foi uma composição de fato pensada para esse instrumental, que ganhou mais cores e texturas ao longo do processo de gravação”, diz Craveiro. “As outras músicas foram criadas de acordo com a temática escolhida, um processo bem natural”, completa.

Diogo Craveira assumiu a guitarra e violões do trabalho, que ainda conta com Pedro Villanueva (bateria), Charles Santana (baixo), Wellitton Barreto e Dayvid Campos (percussões e efeitos) e Johnny Craveiro (curimbó), além de Gabriela Maurity (vocais). O EP “Flor de Primaveira” foi gravado nos estúdios Aura (Belém). “A música sempre me ajudou em várias questões. Eu acredito que a arte tem o poder de transformar a vida das pessoas. Meu propósito e levar a música para quem precisa e, quem sabe, poder contribuir e fazer a diferença na vida de alguém”, conclui.

Sobre o artista – Diogo Jorge Brito Craveiro, mais conhecido como Diogo Craveiro, nasceu no bairro do Mangueirão, em Belém. Entre os anos de 2002 e 2003 começou a se envolver com a música, mas foi há cerca de dez anos que ele se estabeleceu na cena, assumindo a guitarra de projetos de bandas como Florisse, Nação Ogan e Lauvaite Penoso, e dos artistas Raoni Figueiredo, Pelé do Manifesto, Everton MC e Selektah Nubeat. Craveiro já se apresentou nos festivais Psica, Se Rasgum e Apoena, e em eventos como a 9ª Bienal da União Nacional dos Estudantes, no Rio de Janeiro (RJ) e a Conferência Nacional de Juventude, em Brasília (DF).

Texto: Fernando Assunção

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.