Conecte-se conosco
Foto: Divulgação / PCPA / Fonte: Agência Pará

ANANINDEUA

Polícia Civil do Pará incinera 3,5 toneladas de entorpecentes em Ananindeua

A Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão Estadual de Narcóticos (DENARC), atendendo a decisão judicial, incinerou 3,5 toneladas de entorpecentes apreendidos em diversas operações policiais na região metropolitana de Belém e no interior do Estado. A ação foi realizada na manhã desta quarta-feira (07), em um forno privado no bairro do Aurá, município de Ananindeua.

“Essa ação encerra um ciclo de grandes operações referentes ao enfrentamento do tráfico de drogas, realizadas nestes primeiros meses do ano em nosso Estado”, explicou a Delegada-geral adjunta, Daniela Santos.

O material incinerado continha diversos tipos de entorpecentes, entre eles, cocaína, oxi, maconha e crack, os quais, após serem tirados de circulação, representam o êxito no combate ao crime de tráfico de drogas e outros crimes relacionados, como roubo, furtos e homicídios. 

Apreensões – Em fevereiro deste ano, 50 tabletes de Skank foram apreendidos em um veículo que estava em uma balsa, vinda de Manaus – AM. O entorpecente estava escondido na lataria de uma caminhonete.  A ação ocorreu em um porto, na Avenida Bernardo Sayão, no bairro do Guamá. Já no início do mês de março, foram mais meia tonelada da mesma substância, conhecida como “Supermaconha”, apreendida em um hotel no bairro de São Brás, em Belém. Outra operação no mesmo mês, apreendeu mais de 300 kg de maconha na Ilha de Outeiro possibilitando também a desarticulação do tráfico internacional. 

Participaram da força-tarefa representantes da Polícia Militar, um Promotor de Justiça do Estado e a Vigilância Sanitária. O procedimento de incineração está previsto na “Lei Antidrogas”.

Por Roberta Meireles (PC)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top