Conecte-se conosco

BELÉM

Uepa mantém dois pontos de vacinação contra Covid-19 em Belém

A Escola de Enfermagem Magalhães Barata, no Guamá, e o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, no Marco, são dois postos extras para imunizar pessoas de 60 a 67 anos

Foto: Alex Ribeiro - Ag. Pará / Fonte: Agência Pará

O Governo do Pará confirmou a entrega de doses suficientes da vacina CoronaVac/Sinovac, fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan, em São Paulo (SP), para atender a nova etapa de vacinação em Belém, iniciada na quarta-feira (24) para pessoas na faixa de 60 a 67 anos. A Universidade do Estado do Pará (Uepa) participa da campanha de imunização contra a Covid-19 cedendo os espaços do Campus IV, onde funciona a Escola de Enfermagem Magalhães Barata, e o ginásio do Campus II, o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), além de profissionais da área da saúde, que formam uma equipe de voluntários.

No CCBS, o cadastro para receber a vacina pode ser feito por quem chega a pé. Para receber a vacina é necessário portar RG, CPF, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), que é opcional. Para idosos acamados, o cadastramento poderá ser feito pela internet no site da campanha – https://sistemas.belem.pa.gov.br/belemvacinada/#/home.

O uso do espaço do CCBS foi definido em caráter emergencial. A proposta é acelerar o processo de aplicação das doses da vacina nesta etapa, para pessoas na faixa etária dos 60 anos, que prossegue até o próximo domingo (28). A perspectiva é vacinar duas mil pessoas por dia.

Meta – Segundo a enfermeira Elisabeth Miranda, da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), a criação de pontos extras permite o avanço da imunização. “A nossa estimativa com este ponto para aplicação de vacina no Campus II da Uepa é aumentar o quantitativo de pessoas vacinadas e, até domingo, podermos ter mais 10 mil idosos tendo iniciado seu processo de imunização com a primeira dose”, disse a enfermeira.

O ginásio do CCBS disponibiliza 20 pontos de cadastramento e aplicação de vacinas contra o novo coronavírus. A ação conta com o envolvimento e a atuação de 130 profissionais da área da saúde, entre professores, alunos, residentes e enfermeiros da Uepa.

Segundo a professora Maria Ivonete Pereira, que coordena os alunos voluntários do Campus IV, a instituição oferecerá certificado de participação para esses voluntários, contribuindo também com a evolução curricular desses profissionais que estão atuando na linha de frente da vacinação. “Após o término desses cinco dias de aplicação de doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, para esta faixa etária de 60 anos, iremos disponibilizar para os discentes, docentes, residentes e enfermeiras que estiveram aqui conosco nessa etapa um certificado de atuação durante a pandemia, como forma de agradecimento ao serviço prestado, além de incentivá-los a pensar ações educativas para futuras pesquisas na área da saúde”, informou.

Experiência – Para os voluntários, o momento é de priorizar a imunização, e também de ganhar experiência profissional na área da saúde, como ressaltou a aluna Lorrante Teixeira, do 7º semestre do curso de Enfermagem da Uepa. “A nossa participação neste posto emergencial demonstra o quanto nós, profissionais da saúde, estamos na linha de frente e devemos estar preparados para qualquer momento, pois somente assim poderemos reduzir os riscos desta pandemia, além de que a experiência nessa campanha da vacinação irá somar no meu currículo profissional e acadêmico, e me ensinar muito como ser humano”, afirmou.

Para o aposentado Mario Bitar, o espaço está bem organizado e a equipe realizou um atendimento humanizado. “Meus compadres comentaram que foram em outros pontos e pegaram filas para se vacinar. Cheguei aqui na Uepa da Almirante (Avenida Almirante Barroso) e fui muito bem recebido, fora o fluxo de pessoas bem reduzido, além de que o ambiente é muito ventilado e arejado, o que contribui para nossa segurança”, garantiu Mário Bitar.

Serviço: Vacinação contra Covid-19 em Belém – faixa etária de 60 a 67 anos: 

Dia 26, sexta-feira – pessoas com 63 e 62 anos, nascidas em 1958 e 1959.

Dia 27, sábado – pessoas com 61 anos, nascidas em 1960.

Dia 28, domingo – pessoas com 60 anos, nascidas em 1961.

Horário: das 09 às 17 h.

Locais de vacinação:

1 – Escola de Enfermagem Magalhães Barata – Campus IV – Avenida José Bonifácio, 1289. Bairro do Guamá. Vacinação pelo sistema drive thru e para quem chega a pé.

2 – Ginásio do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) – Campus II – Travessa Perebebuí esquina com Avenida Almirante Barroso, bairro do Marco. Vacinação apenas para quem chega a pé.

Por Daniel Leite Júnior (UEPA)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.