Conecte-se conosco

ANANINDEUA

Semcat faz a contratação de egressos recém qualificados pela Fábrica Esperança como incentivo à ressocialização

Imagens: Hugo Tomkiwitz / Fonte: Ascom Semcat

No dia 12 de fevereiro foi assinado o termo de cooperação técnica que dá início a parceria entre a Associação Pólo Produtiva do Pará através do projeto Fábrica Esperança e a Prefeitura de Ananindeua por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Trabalho – SEMCAT , já no dia 01 de Março, nove egressos foram encaminhados para a secretaria para a contratação.

Os novos colaboradores, egressos do sistema penitenciário, têm entre 25 a 40 anos de idade que estão em comprimento de pena no regime aberto sob acompanhamento.

Na manhã da última terça-feira, 09, o grupo iniciou seus trabalhos com o serviço de roçagem e limpeza no terreno do SINE Ananindeua. “É uma forma deles saírem do mundo da criminalidade e terem mais contato com a sociedade, o que contribui na ressocialização dessas pessoas”, explicou Lionai Amaral, Inspetor de alunos da Fábrica Esperança.

A proposta é inovadora e pioneira no Brasil e a Semcat além de promover à contratação a reinserção social, o objetivo é dar a essas pessoas uma chance de recomeçar a vida de forma digna, com a oportunidade de emprego, geração de renda e todos os direitos trabalhistas garantidos dentro do município.

A secretária de Cidadania e Assistência complementa “firmamos a parceria no sentido de dar oportunidade, sabemos de todo o preconceito que essa população egressa enfrenta, e nós enquanto secretaria garantimos o direito.  Não poderíamos nos eximir de dar a contribuição nesse sentido, por isso optamos que em alguns serviços internos fossem executados por esse público. A Semcat e a primeira secretaria da PMA que firmou essa contratação e além da mão de obra tem todos os seus direitos garantidos e nós acreditamos que essa parceria vai trazer grandes resultados não só ao direito de cidadania dessa população, mas também pela qualidade do serviço que será prestado pelo os nossos espaços” Explica Marisa Lima, Secretária Municipal de Cidadania, Assistência Social e Trabalho.

No total foram contratados 4 Roçadores, 1 Pintor, 1 Carpinteiro, 1 Encanador, 1 Pedreiro e 1 Ajudante de Pedreiro. Ao ingressar no projeto, o egresso é avaliado por uma equipe multidisciplinar que o encaminha à capacitação e em seguida direciona a um posto de trabalho. A partir daí, há um acompanhamento periódico de evolução comportamental e funcional.

“Essa parceria e extremamente importante e inédita porque ela trás para esse público a inserção no mercado de trabalho, esse público e estigmatizado e que sofre com a discriminação e hoje está cumprindo sua pena corretamente, além de que o trabalho e essencial para que esse processo de ressocialização aconteça” Conclui Fernanda Queiroz, Diretora de Reinserção Social da Fábrica Esperança.

Texto: Hugo Tomkiwitz – Ascom Semcat

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.