Conecte-se conosco
Foto: Reprodução /Fonte: Agência Pará

POLÍCIA

Polícia Civil fiscaliza estabelecimentos comerciais em Ponta de Pedras

Ação ocorreu nas noites de sábado e domingo, e contou com o apoio da Polícia Militar

Cerca de 26 bares foram fiscalizados nas noites de sábado (5) e domingo (6), na cidade de Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó. A ação foi realizada pelos policiais civis da delegacia local e contou com o apoio da Polícia Militar. 

As equipes se concentraram na sede da unidade policial e saíram em comboio pelas ruas do município para orientar e conscientizar clientes e donos de estabelecimentos a cumprirem as medidas estabelecidas no decreto municipal. Em Ponta de Pedras, os bares estão autorizados a funcionar até meia noite.

“Em um bar que foi denunciado na noite anterior, por estar em desacordo com o decreto municipal no que diz respeito ao som ao vivo, já que a licença de funcionamento é apenas para restaurante, não estava havendo nenhum evento no momento da visita. A proprietária foi advertida que tal situação não poderia ocorrer e que, caso houvesse nova denúncia, a mesma seria intimada para responder dentro dos parâmetros legais”, informou a investigadora Janary Araujo. A autoridade policial checou ainda a licença para funcionamento que, no momento, não estava em mãos. “A mesma foi intimada a comparecer na delegacia no dia seguinte para que apresentasse a licença atualizada”, disse Araújo.

Durante a operação, foi constatada que a maioria dos bares estava em situação irregular e alguns descumprindo o decreto. Todos foram devidamente intimados para comparecer na Delegacia de Polícia.

Os bares da praça também foram fiscalizados pela equipes, oportunidade em que foi realizada a orientação aos donos de todos os sete quiosques visitados sobre o horário e cumprimento das regras de vigilância sanitária no combate ao Covid-19.

Por Cristiani Sousa (PC)2

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top