Conecte-se conosco

ENTRETENIMENTO

Artistas paraenses homenageiam Sebastião Tapajós no Theatro da Paz

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

Uma noite para homenagear o talento e a trajetória de um dos maiores músicos paraenses que o mundo já viu. Assim foi o espetáculo desta sexta-feira (08), no palco do Theatro da Paz, dedicado ao violonista Sebastião Tapajós, que faleceu no último sábado, 02 de outubro. A programação realizada pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), contou com a participação da Amazônia Jazz Band e convidados, como Fafá de Belém, Nilson Chaves, Vital Lima, Nego Nelson, Igor Capela, Andreson Dourado, Simone Almeida, Salomão Habib e o maestro Nelson Neves.

Os shows foram transmitidos ao vivo pela TV Cultura do Pará e pelo canal da Secult Pará no YouTube. Antes das apresentações, a TV Cultura exibiu um documentário sobre a vida e a obra do artista. Fafá de Belém abriu o show com a música “Navio Gaiola”, de Sebastião Tapajós e Antônio Carlos Maranhão. O repertório também contou com as canções Igapó, Luar Juá, Sabedoria de Sabá e Tempo destino, interpretada por Nilson Chaves e Vital Lima.

“Estar aqui junto neste momento dando continuidade nesse tempo de homenagens ao meu amigo, meu irmão querido, Sebastião, é algo muito especial. Já choramos muito, já ficamos tristes, porque ainda não nos conformamos com a sua partida, de alguma forma precoce, mas se Deus quis assim, temos que aceitar. Hoje queremos fazer dessa noite uma noite alegre e feliz, uma noite de homenagens a esse caboclo amazônico de um talento e de uma nobreza enormes. Um ser muito querido, um cara que eu conheci em 1968 e desde aí nunca deixamos de estar juntos”, pontuou o cantor Nilson Chaves.

Na ocasião, a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, agradeceu aos amigos e parceiros que contribuíram para a realização do espetáculo e entregou ao filho de Sebastião, Sebá Tapajós, o livro do selo Violão Paraense, da Secult, que homenageou o músico em 2019, reunindo 30 partituras e a biografia do compositor.

“Quero agradecer imensamente a todos esses amigos de uma vida, parceiros e parceiras que se disponibilizaram tão rapidamente a produzir esse show. A partida do Tião para esse lugar de onde ele está nos emanando essa energia da sua música extraordinária, da sua genialidade reconhecida e reverenciada no mundo inteiro, pegou todos nós de surpresa. E nós decidimos muito rapidamente ainda nesta semana, aproveitando que alguns amigos dele estão em Belém, oportunizar que eles estivessem conosco nessa grande homenagem”, disse a secretária.

O filho do violonista emocionou a plateia ao ler um trecho do texto que escreveu para o velório do pai. “Seu talento e sua arte ficam como legado para que a humanidade nunca esqueça dos acordes de seu violão. Serei eternamente grato e feliz por ter sido seu filho, por sorrir sempre que alguém descobre que eu sou filho do Sebastião Tapajós, um homem que fez história na música, um dos maiores violonistas do mundo, que tive a honra de chamar, durante os meus 36 anos, de pai. Descanse em paz e um dia a gente se reencontra. Te amo, fica com Deus, aqui debaixo sempre lembraremos de você”, declarou Sebá.

Texto: Thaís Siqueira (Ascom Secult)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.