Conecte-se conosco

MUNICIPIOS

Equipe de mergulhadores encontra ambulancha de Portel, submersa

Embarcação foi encontrada no rio Jabutinema, braço do Rio Pacajá

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

No início da tarde desta quarta-feira, 12, a força-tarefa, coordenada pelo Grupamento Fluvial (Gflu), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), encontrou a ambulancha utilizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade de Portel, no Arquipélago do Marajó, que foi roubada no último dia 1º e afundada pelo grupo criminoso que praticou o assalto.

Participaram da busca e salvatagem do equipamento a equipe de mergulhadores do Grupamento Marítimo Fluvial (GMAF), do Corpo de Bombeiros, em conjunto da equipe de militares da Companhia Independente Fluvial da PM (CIPFLU). O veículo foi encontrado no rio Jabutinema, um braço do rio Pacajá, em frente ao Igarapé Cancuera.

Após a localização da embarcação, a equipe retornou para o município de Portel para replanejar os mergulhos, amarrações e procedimentos de reflutuação da ambulancha que deve ocorrer nos próximos dias.

Anteriormente, na segunda-feira, 10, o motor da embarcação, avaliado entre 70 a 80 mil reais, também foi localizado pela força-tarefa em uma área de mata na vila Boa Esperança, em Portel. O equipamento foi devolvido para a Prefeitura Municipal, assim como a ambulancha deverá ser também.

Além da atuação policial, as embarcações das forças de segurança pública seguem auxiliando nas ações necessárias à população. “A população não ficou desassistida. Está tendo o apoio também dos órgãos de segurança pública. A ambulância faz as remoções no interior de doentes e desde então nós estamos empenhados em elucidar os fatos e da mesma forma prestando o apoio, quando necessário”, ressaltou Ualame Machado, secretário de Segurança Pública e Defesa Social.

Compõem a força-tarefa agentes do Grupamento Fluvial (GFLu), da Companhia de Policiamento Fluvial (CIPFlu) e Delegacia de Polícia Fluvial (DPFlu), além da Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e do Grupo Tático Operacional da Polícia Militar.

Denúncias

Todos os envolvidos no assalto à ambulancha já foram identificados, alguns deles já presos, inclusive, outros foragidos e com a recuperação de bens das pessoas roubadas, como por exemplo, relógios, celulares, notebooks, que foram devolvidos as vítimas. Informações sobre o caso podem ser repassadas ao Disque Denúncia pelo número 181 ou pelo whatsapp (91) 98115-9181. O sigilo e o anonimato são garantidos nos dois contatos.

Por: André Macedo (Ascom/Segup)
Por Governo do Pará (SECOM)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.