Conecte-se conosco

SAÚDE

Confira os principais tratamentos oferecidos por um plano odontológico

Foto: Freepik / Fonte: blog Qualivida Online

Cuidar da saúde bucal deixou de ser algo secundário, seja por meio de tratamentos oferecidos por um plano odontológico para prevenção, recuperação ou mesmo para melhora estética dos pacientes, passando a ser uma prioridade para muitas pessoas. 

Inclusive, no meio corporativo já é comum oferecer o benefício de um plano odontológico aos colaboradores. 

Isso porque são diversos os tratamentos oferecidos por um plano odontológico, facilitando o acompanhamento da saúde como um todo. 

Por esse motivo, neste conteúdo serão explicados o que são os planos, as opções disponíveis, tratamentos que podem ser cobertos e as principais vantagens em contar com esse tipo de serviço.

O que são e para que servem os planos?

Os planos odontológicos têm o objetivo de garantir a assistência necessária para que as pessoas cuidem de suas respectivas saúdes bucais corretamente, permitindo o acesso facilitado por custos mais acessíveis.

Portanto,  são oferecidos nesse tipo de serviço consultas com o dentista, realização de exames e tratamentos, todos cobertos pelo convenio odontologico.

Cada tipo de plano possui um valor, que pode variar de acordo com cada empresa que oferece o serviço, os tratamentos incluídos no pacote de serviços, quantidade de pessoas que contratam o plano (que pode ser reduzido em planos coletivos) e diversos outros aspectos.

Fato é que, no Brasil, ser beneficiário de um plano odontologico já é prioridade para muitos, sendo fator decisivo, inclusive, na escolha pela empresa em que prestará serviços.

Para se ter uma ideia da importância dessa assistência, de acordo com dados da Agência Nacional de Saúde  Suplementar (ANS), em dezembro de 2020, mais de 27 milhões de brasileiros eram beneficiários do serviço bucal, de forma exclusiva. Ou seja, sem vínculo com plano médico.

O que um plano odontológico cobre?

Assim como foi falado sobre o preço, o tipo de cobertura de cada plano odontológico varia conforme a empresa e o tipo de convênio contratado, indo desde as opções mais básicas até modelos premiuns.

Inclusive, tais formatos podem abarcar desde planos individuais até os coletivos e empresariais.

No entanto, independentemente do modelo escolhido, existem alguns procedimentos que são exigidos e regulamentados pela a ANS. Ou seja, todos os tipos de planos devem cobrir. São eles:

  • Limpeza;
  • Remoção do tártaro;
  • Aplicação do flúor;
  • Colagem de fragmentos;
  • Tratamento periodontal;
  • Extração de dentes;
  • Radiografia e outros exames (com exceção dos voltados para aparelhos);
  • Cirurgia e demais procedimentos emergenciais.

Vale destacar neste ponto que a ANS também assegura que todo plano odontologico empresarial ou individual atenda um paciente em situação de emergência, independentemente do tempo de carência.

Contudo, mesmo com os procedimentos básicos sendo obrigatórios para os planos, é necessário verificar com atenção a cobertura de cada convênio. 

Isso deve ser feito não só para saber qual o serviço está sendo contratado, como também para saber se aquela empresa está devidamente credenciada pela ANS e apta a oferecer aquele tipo de serviço, sendo idônea.

Por que ter um plano odontológico?

Primeiramente, é necessário ter um plano odontológico para cuidar corretamente da saúde bucal, que é algo sério e pode impactar na saúde e bem-estar como um todo.

Afinal, se os dentes e a boca não forem cuidados corretamente, problemas como cáries, periodontite, mau hálito e até câncer bucal podem aparecer. 

Mas não são apenas problemas bucais que podem surgir por falta de cuidado com a saúde bucal. O sistema cardiorrespiratório também pode ser atingido devido a uma possível proliferação de bactérias no organismo iniciadas pela boca. 

Além disso, a periodontite pode afetar significativamente mulheres durante a gravidez, trazendo risco para o parto.

Por isso, é importante reconhecer os cuidados a serem tomados, a importância da ida regular ao odontologista e os benefícios que a adesão de um plano podem oferecer. Confira mais sobre isso nos tópicos a seguir.

Custo baixo

Além de todos os cuidados de higienização bucal – como escovar os dentes depois das refeições, bochechar enxaguante bucal e passar fio dental -, bem como com a alimentação, para cuidar bem da saúde da boca é preciso ir ao dentista regularmente.

Para isso, de modo a ter uma avaliação adequada e prevenir doenças, indica-se que a avaliação de rotina seja realizada a cada seis meses.

Nesse contexto, pagar por consultas de forma individual poderá sair bem mais caro do que ao cotar um valor fixo assegurado pelo convênio. 

Do mesmo modo, se for necessário realizar algum tratamento que demande retornos, pode não ser vantajoso fazê-lo pelo atendimento particular, o que pode desestimular a visita do paciente e prejudicar a qualidade do sorriso.

Além disso, procedimentos de urgência podem ser ainda mais caros se não houver um convênio odontológico. 

Ao ter o convênio, não só o acesso às clínicas credenciadas é facilitado, como o custo despendido e a facilidade para agendamentos para garantir a saúde bucal.

Assim, cuidar da saúde da cavidade também sairá mais em conta, visto que o atendimento regular é feito, prevenindo complicações e, caso existam, podem ser tratadas com agilidade e um custo-benefício atrativo.

Deixar para ir ao dentista apenas quando um problema na boca se tornou grave, é mais custoso para o odontologista, para o paciente e principalmente para o bolso do paciente. 

Portanto, cuidar da saúde bucal corretamente previne problemas e as consultas regulares ao dentista permitirá ao profissional localizar um problema antecipadamente, caso houver, sendo mais simples e rápido de tratar. 

Abrangência

Vários convênios odontológicos têm a possibilidade de aumentar a abrangência da cobertura para membros da família, sendo possível que um dentista cuide dos dentes do filho, da esposa ou mesmo dos pais do beneficiário, desde que essas pessoas sejam incluídas ao contrato.

Desconto em impostos

Para as empresas que oferecem o plano odontológico, existe a vantagem de poder descontar o benefício na declaração de Imposto de Renda, trazendo uma economia considerável, principalmente com o retorno proporcionado pelo próprio profissional.

O mesmo também vale para o plano dental para MEI, que é uma categoria de convênio compatível para quem é dono de seu próprio CNPJ, como Microempreendedor. Afinal, ele também pode descontar o benefício em sua declaração de Imposto de Renda.

No caso de planos com coparticipação, ou seja, pago parcialmente pelo colaborador, é preciso verificar quais os processos burocráticos para a restituição.

Possibilidade de estorno em tratamentos feitos no atendimento particular

Muitos planos odontológicos fazem a cobertura de procedimentos ortodônticos como a colocação e o acompanhamento do aparelho, seja ele um odonto empresarial ou não. 

Contudo, em planos mais simples, dificilmente é possível realizar os tratamentos estéticos, como o clareamento dental, por exemplo.

Para isso, as clínicas credenciadas podem realizar o tratamento no modelo de atendimento particular, emitindo um comprovante do pagamento realizado.

Com isso, as operadoras podem realizar o ressarcimento de parte do valor investido, conforme regras estabelecidas em contrato. 

Deste modo, é interessante avaliar com a operadora quais os documentos necessários, critérios para a liberação desse atendimento e qual o valor máximo que pode ser aportado. 

Com isso, pode-se concluir que recorrer à contratação de um convênio odontológico pode ser muito vantajoso, possibilitando a realização de tratamentos diversos e um melhor controle sobre a saúde bucal com profissionais renomados.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.