Conecte-se conosco

BELÉM

Prefeitura de Belém divulga calendário de vacinação que segue até 12 de novembro

Foto: Marcio Ferreira / Fonte: Agência Belém

A Prefeitura Municipal de Belém (PMB) avança com a campanha de vacinação contra a covid-19 na capital. O calendário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) segue até o dia 12 de novembro, incluindo todos os grupos que devem ser vacinados, de diversas faixas etárias.

Já a partir desta segunda-feira, 11, o calendário de vacinação é retomado após as festividades do Círio de Nazaré, com a aplicação da dose de reforço em pessoas com alto grau de imunossupressão, ou seja, aquelas que têm o sistema imunológico debilitado por uso de medicamentos ou por causa de alguma doença crônica ou congênita.

No dia 13, após o feriado de Nossa Senhora Aparecida, será feita uma repescagem com a vacina Coronavac para nascidos até 1993 que ainda não receberam a primeira dose. Todos aqueles que estiverem com a segunda dose dessa vacina atrasada ou agendada para outra data também poderão ser vacinados nesse dia.

No dia 14 de outubro, nova repescagem com a vacina Coronavac, dessa vez para todos os nascidos de 1994 a 2003 que ainda não receberam a primeira dose. Todos aqueles que estiverem com a segunda dose desse imunizante atrasada ou agendada para outra data também poderão ser vacinados.

No dia 15, será aplicada a segunda dose da vacina da Pfizer para as pessoas nascidas em 1993 e 1994. No dia 16, a Sesma aplica a dose de reforço (terceira dose) para os trabalhadores da saúde vacinados com a segunda dose até abril.

Na semana seguinte, no dia 18, devem ser vacinadas, com a segunda dose da vacina da Pfizer, pessoas nascidas em 1997 e 1998 – a mesma vacina será aplicada no dia 19, em pessoas nascidas em 1999 e 2000. No dia 20, será aberta nova repescagem, dessa vez geral, para todos os que ainda não receberam a segunda dose da vacina Astrazeneca.

Nos dois dias seguintes (21 e 22 de outubro), será distribuída a segunda dose da vacina da Pfizer para as pessoas nascidas em 2001 e 2002, respectivamente. No dia 23, a chamada é para a dose de reforço (terceira dose) aos trabalhadores da saúde vacinados com a segunda dose até junho.

As pessoas com deficiência ou comorbidades, nascidas de 2003 a 2009, devem tomar a segunda dose da vacina da Pfizer no dia 25 de outubro. No dia 26, será aplicada a segunda dose do mesmo imunizante às pessoas nascidas de 1962 a 1981. A Pfizer também será aplicada no dia 27, só que para as pessoas nascidas de 1982 a 1988. No dia 28 de outubro, será a segunda dose da mesma vacina às pessoas nascidas de 1989 a 1994.

Começando novembro, dia 1°, o órgão municipal de saúde fará a segunda dose da Pfizer nas pessoas nascidas em 2004. No dia 2, vem novamente a segunda dose do imunizante, mas para os nascidos em 2005 e 2006.

No dia 3 de novembro, a segunda dose da vacina da Pfizer serão para as pessoas nascidas em 2007 e 2008, e no dia 4, para quem nasceu em 2009. No dia 5, mais uma chamada da segunda dose, só que da Coronovac, para as pessoas nascidas até 1993.

Dia 6 de novembro, ocorrerá a aplicação da segunda dose da vacina Coronovac para as pessoas nascidas de 1994 a 2003. No dia 8 de novembro, mais uma chamada para a dose de reforço (terceira dose), para idosos nascidos em 1952 e 1953, que tenham recebido a segunda dose até julho.

No dia 9, será aplicada novamente a dose de reforço (terceira dose) aos idosos nascidos em 1954 ou 1955, que tenham recebido a segunda dose até julho. Dia 10, a dose de reforço vai para idosos nascidos em 1956 ou 1957, que tenham recebido a segunda dose até julho e no dia 11 a campanha segue com a dose de reforço, para idosos nascidos em 1958 ou 1959, que receberam a segunda dose até julho.

A maratona da vacinação encerra dia 12 de novembro, quando a Sesma fará a aplicação da dose de reforço em idosos nascidos em 1960 ou 1961, que tenham recebido a segunda dose até julho.

Casos excepcionais – A Sesma também divulgou orientações sobre o calendário de vacinação contra a covid-19, para casos excepcionais. Os idosos com 60 anos ou mais, grávidas, puérperas e lactantes com filhos de até um ano de idade, que ainda não vacinaram a primeira ou a segunda dose, poderão comparecer a qualquer ponto para vacinar a qualquer momento, a depender da vacina que está sendo usada no dia.

Os idosos com 70 anos ou mais, que ainda não vacinaram com a terceira dose, poderão comparecer a qualquer ponto para vacinar a qualquer momento, a depender da vacina que está sendo usada no dia.

Os critérios de inclusão de cada grupo, documentos necessários e os pontos de vacinação serão informados em notas específicas com até um dia de antecedência. Para saber mais, basta acompanhe os canais oficiais da Sesma e da Prefeitura de Belém.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.