Conecte-se conosco

BELÉM

PC prendeu em flagrante um homem por maus-tratos a cachorro, no bairro Terra Firme

Foto: Ascom / PCPA | Fonte: Agência Pará

Na manhã deste sábado (9), agentes da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa) da Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, prendeu em flagrante delito um homem pelo crime de maus-tratos, no bairro Terra Firme, em Belém. A Demapa recebeu a denúncia de internautas. O criminoso teria cortado a rabo de um cachorro com uso de faca, e sem qualquer preparo, causando intenso sofrimento ao cão.

De posse das informações, os policiais civis iniciaram as buscas com objetivo de identificar e prender o suspeito.

“Após recebermos as denúncias, de imediato iniciamos as diligências para localizar e prender o suspeito. Conseguimos prender o autor e infelizmente o cão foi encontrado em situação de maus-tratos, e foi encaminhado para cuidados veterinários”, contou a delegada Adriana Magno Barbosa, que esteve à frente das investigações.

O homem foi localizado no bairro Terra Firme e recebeu voz de prisão de policiais militares após uma representante do Projeto Xerimbados, que atua em defesa da causa animal, acionar a PM.

Durante os procedimentos cabíveis, o animal foi encaminhado para atendimento médico e avaliação clínica no Hospital Veterinário Municipal Dr. Vahia, no bairro do Tapanã e passa bem. O indiciado foi autuado no crime previsto no artigo 32 § 1º, da Lei 9605/98, e encontra-se à disposição no Sistema Penitenciário do Estado do Pará.

Denúncia 

A Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa) orienta que todas as denúncias de maus-tratos contra animais podem ser feitas pelo número 181, que funciona 24 horas por dia, ou pelo telefone da Demapa (91) 3238-1225, em horário comercial.

Texto: Talison Lima / PCPA
Por Governo do Pará (SECOM)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.