Conecte-se conosco

CURIOSIDADES

Vem dançar carimbó

Referência de identidade paraense mais em voga na atualidade, o carimbó é uma forma de expressão marcada pelo ritmo e pela dança

Foto: Osmarino Silva/Ag. Belém / Fonte: PORTAL AMAZÔNIA

Ritmo musical e dança de roda típicos da Amazônia, o carimbó é um patrimônio cultural brasileiro. Originado no século XVII, no estado do Pará, influenciado por indígenas tupinambá, negros e portugueses.

O nome carimbó vem do tupinambá, curimbó, e significa “pau que propaga o som”. A influência africana deixou o ritmo do carimbó mais agitado e alegre. O carimbo é a dança mais difundida no Pará, e não existe data específica para ser dançado, embora sempre aconteça nos festejos juninos e nas festas típicas do estado.

A roupa é simples: as mulheres usam saia rodada estampada, blusa de cambraia branca, colares coloridos e uma flor no cabelo. Os homens, calça curta de pescador e camisa estampada. Os dançarinos bailam descalços.

A coreografia começa com o homem batendo palmas para a mulher. É o convite para a dança. O grupo forma uma roda. As dançarinas fazem movimento circular com a saia. A intenção é atirar a saia sobre a cabeça de seu par. O papel do homem é evitar que ela consiga. 

A vitória, dela, seria a desmoralização do homem, que seria obrigado a se retirar do local da dança. A parte mais importante em uma roda de carimbó é a marcação coreográfica de um dos pés sempre à frente do corpo.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.