Conecte-se conosco
Foto: Reprodução / Fonte: Brasil 61

POLITICA

Senador Zequinha Marinho destaca contribuição da indústria de mineração para saldo positivo do Pará na balança comercial

Com saldo positivo de US$ 19,3 bilhões no mercado internacional, a indústria paraense fechou o ano de 2020 com o melhor resultado no ranking nacional, de acordo com o Ministério da Economia. E o bom desempenho repercute, inclusive, entre os parlamentares do Pará que atuam no Congresso Nacional.
 
É o caso do senador Zequinha Marinho (PSC/PA), que destacou o resultado em entrevista ao Brasil61.com. Ele cita, especialmente, o setor da mineração, principal responsável pelo desempenho superavitário da balança comercial paraense. No ano passado, a mineração exportou cerca de US$ 18,5 bi, com destaque para o minério de ferro bruto. Além disso, o senador cita que a economia local está se diversificando.
 
“Nossa principal atividade é a mineração, mas outras atividades vão se levantando, ressurgindo, como a agricultura. Daqui algum tempo, não só o minério terá um grande volume para exportação, mas também os produtos do agronegócio, que começam a crescer significativamente no nosso estado”, projeta. 

Destaques

Primeiro em saldo, o Pará foi o quarto estado em valor exportado, com variação positiva de 15,11%. Embora com impacto bem inferior ao da mineração, a exportação de soja conseguiu arrecadar US$ 759,4 milhões. O aumento de 43,4% em relação a 2019 comprova que o agronegócio está crescendo no estado. A pecuária também teve desempenho positivo, graças ao crescimento de quase 58% nas exportações de carne bovina. 
 
Para Cassandra Lobato, coordenadora do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Pará (CIN/FIEPA), o desempenho das exportações industriais tende a melhorar, caso a Reforma Tributária seja aprovada pelo Congresso Nacional este ano. 
 
“Se as reformas forem votadas, especialmente a tributária, vai ajudar não só o estado do Pará, mas todo o País. O custo da tributação ainda é muito pesado para nossas indústrias e isso faz com que muitas não cresçam, não tenham realmente um processo de desenvolvimento industrial.”
 
O senador Zequinha Marinho concorda e vê a reforma como uma oportunidade para impulsionar a fabricação, circulação e consumo de produtos. “A reforma tributária faz a economia crescer, no geral e, assim, ela termina impactando a parte de exportação. Ela é muito benéfica e importante para a economia paraense”, disse. 

Arte: Brasil 61

Compradores

Em 2020, a Ásia se manteve como o bloco econômico que mais comprou do estado do Pará. Segundo a FIEPA, quase 74% de tudo o que se exporta no estado tem como destino o continente asiático, mais especificamente a China. Os principais produtos adquiridos em 2020 foram o minério de ferro e seus concentrados, soja e carne bovina. No ano passado, ao todo, a Ásia (excluindo o Oriente Médio) importou pouco mais de US$ 15 bilhões do Pará.

Por: Felipe Moura
Fonte: Brasil 61

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top