Conecte-se conosco

PARÁ

Projeto Aurora visa capacitação e apoio a Mulheres Grávidas em Belém e Jacundá

A primeira turma de panificação concluiu o curso nesta terça-feira, dia 23 de janeiro, e já tem vagas abertas para novos cursos.

Publicadas

sobre

O Instituto Ambient, em parceria com o Governo Federal e o Ministério da Mulher, com recursos destinados pelo então deputado federal Cristiano Vale, através de emenda parlamentar. O projeto tem como objetivo oferecer qualificação e apoio a mulheres grávidas nos municípios de Belém e Jacundá.

Com uma abordagem abrangente, o projeto busca capacitar as participantes em diversas áreas profissionais, incluindo manicure e pedicure, tratamentos capilares, embelezamento do olhar (cílios e sobrancelhas), culinária básica, panificação e informática básica.

Além da qualificação profissional, o projeto também oferece um suporte multiprofissional para as grávidas e mães participantes. Profissionais de enfermagem, nutrição, psicologia, ginecologia, fisioterapia e pediatria estarão disponíveis para fornecer orientações e acompanhamento, garantindo o bem-estar e a saúde dessas mulheres e de seus filhos.

Estive presente também o juiz titular de direito da terceira vara da infância de Belém, Wanderley Oliveira que abordou sobre direitos elementares da criança e das mães.

Para Murilo Monteiro, diretor-presidente do IA (Instituto Ambient), a conclusão de mais uma turma prova que os projetos estão indo no caminho certo ‘O projeto Aurora é mais do que uma oportunidade de qualificação profissional, é uma oportunidade de transformação e renovação de esperanças. Estamos ansiosos para ver o impacto positivo que esse projeto terá na vida das participantes e na sociedade como um todo.”

Para tornar as atividades ainda mais acolhedoras, lanches são fornecidos durante as reuniões e momentos de cursos. Além disso, cada participante recebe um kit personalizado do cursista, proporcionando uma experiência completa e valorizando o comprometimento das mulheres com o projeto.

No total, serão beneficiadas 100 mulheres grávidas, sendo 65 em Belém e 35 em Jacundá.

Com o lançamento do projeto Aurora, a expectativa é de que as participantes possam adquirir novas habilidades, ampliar suas perspectivas profissionais e melhorar sua qualidade de vida, tanto para elas mesmas quanto para seus filhos. O compromisso do Instituto Ambient e de todos os envolvidos foi de garantir que essas mulheres recebessem o suporte necessário para enfrentar os desafios e alcançar um futuro próspero.

O Projeto Aurora é um exemplo de como ações coordenadas entre organizações da sociedade civil e o poder público podem fazer a diferença na vida daqueles que mais precisam. Através do investimento em educação e suporte, é possível gerar um impacto positivo duradouro na vida das mulheres e de suas famílias.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.