Conecte-se conosco

ECONOMIA PARAENSE

Preço do frango teve alta de 47,38% nos últimos 12 meses em Belém

CARESTIA NO CÍRIO

Foto: Reprodução / Fonte: Correio Paraense

Puxado pela alimentação, o custo de vida do paraense, continua entre os maiores do Brasil. Praticamente todos os produtos de cunho alimentar tiveram altas expressivas e superiores à inflação nos últimos 12 meses, entre eles o frango. Esta situação foi mais uma vez observada pelo Dieese/PA no balanço dos preços do produto nos primeiros nove meses deste ano (Janeiro-Setembro/2021) e também nos últimos 12 meses. O preço do frango (resfriado e congelado), é pesquisado semanalmente pelo órgão nas maiores redes de supermercados da capital.

No caso do frango resfriado, as pesquisas do Dieese/PA mostram que nos últimos 12 meses, o produto, da marca Americano, por exemplo, teve a seguinte trajetória de preços: Em Set/2020, o quilo foi comercializado em média a R$ 7,76. Encerrou 2020 sendo comercializado em média a R$ 9,69. No inicio deste ano (Jan/2021), foi comercializado em média a R$ 10,275; em Ago/2021 foi comercializado em média a R$ 10,91 e, no mês passado (Set/2021), com novo alta, foi comercializado em média a R$ 12,19.

Com isso, o preço do produto teve alta de 11,73% no mês passado (Set/2021) em relação ao mês de Ago/2021, entretanto, o reajuste acumulado no preço do produto nos primeiros nove meses deste ano (Jan-Set/2021) alcançou quase 26,00% e, nos últimos 12 meses, alta acumulada cerca de 57,00% contra uma inflação calculada em 10,42% (INPC/IBGE) para o mesmo período. Já o frango fesfriado, marca Avispara, também teve altas expressivas de preços nos últimos 12 meses. Em Set/2020, o quilo do produto foi comercializado em média a R$ 7,62, encerrou o ano de 2020 (Dez) sendo comercializado em média a R$ 9,32. No inicio deste ano (Jan/2021) foi comercializado em média a R$ 9,63; em Ago/2021, foi comercializado em média a R$ 10,47 e no mês passado (Set/2021), com novo alta, foi comercializado em média a R$ 11,23. Com isso, o preço do produto teve reajuste de 7,26% no mês passado (Set/2021) em relação ao mês de Ago/2021, entretanto, a alta acumulada no preço do produto nos primeiros nove meses deste ano (Jan-Set/2021) alcançou 20,49% e nos últimos 12 meses o reajuste acumulado foi de 47,38% contra uma inflação calculada em 10,42% (INPC/IBGE) para o mesmo período.

No caso do frango congelado, a situação também seguiu a mesma linha do resfriado no que diz respeito à elevação de preços. O frango congelado da marca Americano, por exemplo, teve a seguinte trajetória de preços: Em Set/2020, o kg do produto foi comercializado em média a R$ 7,25. Encerrou o ano de 2020 (Dez) sendo comercializado em média a R$ 8,11. No inicio deste ano (Jan/2021) foi comercializado em média a R$ 8,85; em Ago/2021 foi comercializado em média a R$ 8,52 e no mês passado (Set/2021), com novo alta, foi comercializado em média a R$ 9,35. Com isso o preço do produto teve alta de 9,74% no mês passado (Set/2021) em relação ao mês de Ago/2021, entretanto, o reajuste acumulado no preço do produto nos primeiros nove meses deste ano (Jan-Set/2021) alcançou 15,29% e nos últimos 12 meses, a alta acumulada no preço do produto foi de quase 30,00% contra uma inflação calculada em 10,42% (INPC/IBGE) para o mesmo período. Já o frango congelado da marca Avispara também teve altas expressivas nos últimos 12 meses. Em Set/2020, o kg do produto foi comercializado em média a R$ 7,28. Encerrou o ano de 2020 (Dez) sendo comercializado em média a R$ 8,02.

No inicio deste ano (Jan/2021) foi comercializado em média a R$ 8,89; em Ago/2021 foi comercializado em média a R$ 8,89 e no mês passado (Set/2021), com novo alta, foi comercializado em média a R$ 10,14. Com isso o preço do produto teve alta de cerca de 14,00% no mês passado (Set/2021) em relação ao mês de Ago/2021, entretanto, o reajuste acumulado no preço do produto nos primeiros nove meses deste ano (Jan-Set/2021) e nos últimos 12 meses, o reajuste acumulado no preço do produto alcançou 39,29% contra uma inflação calculada em 10,42% (INPC/IBGE) para o mesmo período.

Nos últimos anos, o frango tem ocupado local de destaque no Tradicional Almoço do Círio em virtude de ser um produto com preços mais em conta. Com as altas observadas nos outros produtos que fazem parte do Tradicional almoço, o Frango, mesmo apresentado reajustes de preços significativos nos últimos 12 meses, deverá ser mais uma vez um dos produtos que deverão fazer parte do Almoço do Círio.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.