Conecte-se conosco

PARÁ

Operação ‘Tarrafa’ inspeciona embarcações e flagra transporte ilegal de grude de peixe

Coordenada pelo Grupamento Fluvial vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup) a ação integra a Operação Corpus Christi nesse feriado

Foto: Ascom / Segup Pa / Fonte: Agência Pará

Iniciou-se nas primeiras horas desta quinta-feira (03), a operação “Tarrafa” da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio do Grupamento Fluvial (GFlu), para a prevenção e repressão a crimes nos rios do Pará nesse feriado prolongado. A ação integra a Operação Corpus Christi promovida pela Segup.

O feriado prolongado intensifica a movimentação de pessoas e de cargas, atenta a isso a Segurança Pública desenvolveu a operação “Tarrafa”, (rede de pesca), cujo foco principal são as embarcações vindas de outros estados, como Amapá, Amazonas e também de municípios do interior paraenses, como Santarém, com destino a Belém.

Nessas embarcações as equipes fazem abordagens contra o tráfico de drogas, deslocamento de criminosos, veículos roubados e de transporte de madeira ilegal. Para a identificação de drogas ilícitas são utilizados cães farejadores e mergulhadores inspecionam os cascos das embarcações.

A “Tarrafa” emprega três embarcações. São duas lanchas, uma delas “Aruanã 29”, tem proteção de casco e de célula de sobrevivência, inclusive, com os vidros blindados, e a embarcação “André Luiz” funciona como base para atividades administrativas. As equipes estão em pontos estratégicos de chegada de embarcações, em Belém, e realizam rondas de patrulhamento.

Em uma das abordagens, as equipes identificaram o transporte irregular de 80 kg de grude de peixe, extraído das vísceras do animal com alto valor no mercado. Foi acionada a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) e um inquérito foi instaurado para investigar os envolvidos no envio e recebimento da carga.

Para o delegado Arthur Braga, diretor do Grupamento do Fluvial, a operação demonstra os esforços conjuntos das forças de Segurança Pública para manter a tranquilidade no feriado. 

“Realizamos um trabalho ostensivo e preventivo hoje e que deve estender-se até o domingo. Foram feitas várias verificações de pessoas suspeitas, análises pelos cães farejadores em malas em busca de resíduo de drogas, e de inúmeros veículos. Tudo isso para trazer tranquilidade para a população”. 

O diretor reiterou que a população também pode contribuir com denúncias pelos canais 181 do Disque Denúncia, em casos que necessitem investigação posterior e também em emergências acionando o 190.

A operação reúne efetivo da Delegacia de Polícia Fluvial, Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), mergulhadores do Grupamento Marítimo Fluvial (Gmaf), Batalhão com Cães da Polícia Militar (BAC), o canil da Guarda Municipal de Belém, agentes da Companhia Independente de Polícia Fluvial (CIPFlu) e peritos criminais CPC Renato Chaves.

*Texto: André Macedo (Ascom/Segup).
Por Governo do Pará (SECOM)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.