Conecte-se conosco

MUNICIPIOS

Após 38 dias de internação e recuperada da Covid-19, idosa reencontra a bisneta de 6 anos

O Hospital Regional de Marabá teve uma grande vitória nesse fim de semana com uma alta de um paciente de 83 anos que se recuperou da Covid.

Foto: Reprodução / Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital Regional do Sudeste do Pará

Após lutar por 38 dias contra a Covid-19 no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, em Marabá, a aposentada Maria Aparecida Pereira, de 83 anos, recebeu alta médica e voltou para os braços da família na última sexta-feira, 21.

A aposentada deu entrada no hospital no dia 13 de abril, em estado grave e transferida de outra unidade de saúde. Ela precisou ser intubada devido ao comprometimento pulmonar e passou por tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Regional do Sudeste do Pará.

Durante a internação, Maria também precisou de uma traqueostomia, além de passar por nova intubação. Ao todo, dos 38 dias internada na unidade, a paciente ficou 18 dias intubada antes de apresentar melhora e continuar seu tratamento na enfermaria.

O Hospital Regional do Sudeste do Pará é uma unidade que pertence ao Governo do Estado, sendo gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde. Referência no tratamento de casos graves da Covid-19 na região, mais de 400 pessoas já foram recuperadas da doença pela unidade com atendimento 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Reencontro da bisneta de 6 anos

Após receber alta, Maria Aparecida conseguiu reencontrar parte da família na recepção do hospital. Durante a despedida do hospital, ela ganhou aplausos dos profissionais de saúde em homenagem pela recuperação. Maria é a matriarca da família com quatro filhos, dez netos e 12 bisnetos.

Alana Yasmin, com apenas 6 anos, é uma das bisnetas de Maria. Elas se reencontraram durante a saída do hospital. A pequena ficou contente e rever a “bisa”, como chama Maria. Segundo a família, ambas são bastante apegadas.

“Eu amo minha bisa, senti muito falta dela, pensei que não ia mais vê-la novamente, agora vamos poder voltar a brincar. Somos muito amigas!”, disse a bisneta com carinho.
Para a enfermeira Lorenna Fachetti, responsável por uma das UTIs com atendimento exclusivo aos casos do novo coronavírus no Regional do Sudeste do Pará, a alta da paciente é um motivo de comemoração, mas reiterou o alerta para a necessidade de a população estar unida no enfrentamento ao vírus.

“A alta da Maria foi uma das nossas grandes vitórias aqui no hospital desde o início da pandemia. Ela foi uma paciente que chegou em estado muito grave, com comorbidades, mas com o empenho e dedicação de todos conseguimos recuperá-la”, explicou.

Em agradecimento ao cuidado assistencial prestado à Maria Aparecida, a neta Flavia Dias deixou uma mensagem especial aos profissionais de saúde. Além de contar sobre o apoio e conforto recebido de todos os profissionais, que sempre estiveram otimistas na recuperação da sua avó, ela destaca o papel fundamental dos profissionais.

“Mesmo que eu passe o resto da vida agradecendo, não vou conseguir o suficiente, todos esses profissionais do Regional do Sudeste do Pará são grandes heróis. Seremos eternamente gratos”, afirmou.

Por: Ederson Oliveira

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.