Conecte-se conosco

PARÁ

Governo do Estado flexibiliza restrições e muda bandeira da região metropolitana e outras 5 regiões

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

Seguem para o bandeiramento amarelo, a partir desta sexta-feira (13), as regiões Metropolitana de Belém I e II, do Marajó Oriental, Nodeste, do Tapajós, do Baixo Amazonas e do Baixo Tocantins. A decisão foi tomada durante reunião do Governo do Estado com o Comitê Técnico e Científico, realizada nesta quinta-feira (12).

De acordo com o levantamento apresentado pelo Comitê, em todo o Pará, o percentual de ocupação de leitos clínicos exclusivos para o tratamento da Covid-19, neste momento, é de 42,1% e o de UTI é de 67%. No último dia 06 de maio, as mesmas taxas estavam em 43,1% e 69,6%, respectivamente, representando queda nas demandas de procura por leitos no Estado e na pressão do sistema de saúde.

Os dados informados também demonstraram índices menores na Região Metropolitana de Belém, onde a taxa de ocupação de leitos clínicos está em 41,9% e a de UTI em 58,2%.  

Novas medidas – A nova determinação permite, até 1h da madrugada, o funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos afins, desde que seja respeitada a lotação máxima de 50% da capacidade dos ambientes, sem limitação de horário pra a venda de bebidas alcoólicas ou quantidade de músicos.

Além disto, fica permitida a realização de eventos privados em locais fechados com o número máximo de 200 pessoas. Boates, casas noturnas, casas de shows e estabelecimentos similares, bem como a realização de shows e festas abertas ao público, permanecem fechados. 

Medida preventiva – Ainda de acordo com o Comitê Técnico, as regiões de Carajás, do Xingu, do Araguaia e do Marajó Ocidental continuam com bandeira na coloração laranja. 

As novas determinações irão constar no Decreto Estadual 800/2020, que será publicado com alterações na sexta-feira (13).Por Barbara Brilhante (PGE)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.