Conecte-se conosco

BELÉM

Plano de Vacinação de Belém avança na inclusão de novos grupos prioritários, confira

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

O Conselho Municipal de Saúde aprovou as atualizações promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) no Plano Municipal de Vacinação de Belém, o “Belém Vacinada”. Com a atualização do plano, alguns grupos passam para a fase 3 da campanha municipal de vacinação, que já está em vigor em Belém. Assim, trabalhadores da educação, trabalhadores da limpeza urbana e pessoas com deficiência são alguns grupos que serão priorizados já nesta terceira etapa, mas que ainda não tem data definida para a vacinação, já que isso vai depender da chegada de novas doses de vacina.

“O Plano de Vacinação de Belém, hoje, é seguramente um dos mais avançados do país. Colocamos nesta lista das prioridades os trabalhadores da limpeza pública, por exemplo, que não estão em plano nenhum, nem no federal. A ideia é irmos avançando nesta terceira etapa, a partir da chegada de novas doses de vacina. Mas ter esses grupos definidos é um passo importante para o planejamento da campanha de vacinação em Belém”, ressaltou o diretor de Vigilância à Saúde da Sesma, Cláudio Salgado.

Outra categoria priorizada, nesta terceira fase do Plano, é a dos profissionais tanto da educação básica quanto da superior. Passo que será importante para a retomada das aulas presenciais. Outra categoria beneficiada será a dos trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos, além de trabalhadores portuários e aeroportuários.

O secretário de Saúde, Maurício Bezerra, destaca a importância de fazer as adequações necessárias para a inclusão destes grupos na prioridade da vacinação. “Essas categorias ficam mais expostas e, portanto, mais suscetíveis à contaminação pelo novo coronavírus. Incluí-los na atual fase da vacinação, sem dúvida, é um avanço”, afirma o secretário.

Já as pessoas com deficiência, que já tinham sido trazidas para a fase 3 do Plano de Vacinação, com o início da vacinação das pessoas com Síndrome de Down, vacinadas na semana passada, agora, foram oficialmente incluídos na fase três do Plano.

O representante da Apae, Emanuel de Almeida, falou da preocupação de incluir as pessoas com deficiência permanente, em especial, as com Síndrome de Down já nesta terceira faze do Plano de Vacinação de Belém. “Estamos muito felizes com a inclusão das pessoas com Down no grupo de prioridades. Desejamos que mais vacinas cheguem, para que Belém possa avançar ainda mais na vacinação de outros grupos”, destacou.

Veja quais são os grupos que serão atendidos na terceira fase do “Belém Vacinada”:

GruposCaracterísticasTotal
Pessoas com comorbidadesPara indivíduos com comorbidade já descritas, de acordo com a faixa etária indicada pela ANVISA. (Diabetes mellitus; hipertensão arterial sistêmica grave (de difícil controle e/ou com lesão de órgão-alvo); doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; câncer; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; imunossuprimidos; obesidade grave (IMC≥40); Síndrome de Down, Cirrose hepática, Gestantes com comorbidades e puérperas com comorbidades300.000
Pessoas com deficiência permanente severaPara fins de inclusão na população alvo para vacinação, serão considerados indivíduos com deficiência permanente severa aqueles que apresentem uma ou mais das seguintes limitações: 1 – Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas. 2 – Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir (se utiliza aparelho auditivo esta avaliação deverá ser feita em uso do aparelho). 3- Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar (se utiliza óculos ou lentes de contato, esta avaliação deverá ser feita com o uso dos óculos ou lente). 4- Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.) 60.011
Trabalhadores de Educação do Ensino BásicoTodos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas11.879
Trabalhadores de Educação do Ensino SuperiorTodos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas13.791
Trabalhadores da limpeza urbanaTrabalhadores da limpeza urbana com atuação direta no recolhimento e destinação de resíduos sólidos4.000
Trabalhadores portuários e aeroportuáriosFuncionários das companhias aéreas nacionais, definidos pelo Decreto nº 1.232/1962 e pela Lei nº 13.475/2017 e funcionários dos aeroportos e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo (aeroportuários). Qualquer trabalhador portuário, incluindo os funcionários da área administrativa.3.000
Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros UrbanoMotoristas e cobradores de transporte coletivo rodoviário de passageiros.8.000

Por: Danielly Gomes

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.