Conecte-se conosco

PARÁ

Governador flexibiliza medidas restritivas contra Covid-19 em quatro regiões do estado do Pará

Foto: Reprodução / Fonte: G1 PA

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou na noite desta quinta (6) que as regiões Marajó Ocidental, Araguaia, Carajás e Xingu devem sair da bandeira vermelha para laranja, passando para classificação de risco médio de proliferação do novo coronavírus.

Com isso, as medidas restritivas passam a ser mais flexibilizadas nestas regiões. As regiões que estavam em laranja, inclusive a região metropolitana de Belém, permanecem nesta classificação.A decisão ainda deve ser publicada no Diário Oficial do Estado.

Segundo Barbalho, a flexibilização foi tomada a partir da análise de dados monitorados pela Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), em conjunto com a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra).

“Em todo o estado há uma clara redução de pessoas infectadas e da pressão do sistema de saúde em relação à demanda de leitos. Estamos com 69,6% de ocupação de UTIs e 43,1% de ocupação de leitos clínicos”, afirmou o governador.

A mudança para bandeira laranja afeta 54 municípios, são eles:

  • Araguaia: Água Azul do Norte, Bannach, Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, Ourilândia do Norte, Pau D’Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Sapucaia, Tucumã e Xinguara.
  • Carajás: Abel Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins, Brejo Grande do Araguaia, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Dom Eliseu, Eldorado do Carajás, Itupiranga, Marabá, Nova Ipixuna, Palestina do Pará, Parauapebas, Piçarra, Rondon do Pará, São Domingos do Araguaia, São Geraldo do Araguaia e São João do Araguaia. Lago Tucuruí: Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Novo Repartimento, Tailândia e Tucuruí
  • Marajó II: Anajás, Bagre, Breves, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel
  • Xingu: Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.