Conecte-se conosco

Suposto vencedor da Mega da Virada busca Procon

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

BRASIL

Suposto vencedor da Mega da Virada busca Procon

Chegou ao fim a busca pelo misterioso ganhador da Mega da Virada de 2020. O Procon de São Paulo divulgou nota, nesta quinta-feira (22), afirmando que um homem procurou o órgão alegando ser o dono da aposta vencedora dos R$ 162 milhões.

No entanto, o tão sonhado prêmio virou dor de cabeça, já que de acordo com as regras da Caixa Econômica Federal, ele teria que ter reivindicado o prêmio até o dia 31 de março, quando vence o prazo de 90 dias para retirar a aposta.

Antes do prazo final, o Procon-SP notificou a Caixa para que localizasse o vencedor, uma vez que a aposta foi feita online. Em resposta, o banco afirmou que não tinha como localizar o dono da aposta, pois os dados disponíveis só serviam para verificar se ele o apostador de fato cumpria os requisitos para poder jogar em loterias.

– A Caixa tem como identificar quem é o ganhador. E queremos apurar se esse consumidor que nos procurou é efetivamente quem venceu o sorteio. É inconcebível que a Caixa saiba quem é o vencedor e não o comunique – afirmou Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Ainda segundo o órgão de defesa do consumidor, o prazo de 90 dias para a retirada do prêmio foi estipulado em um decreto-lei de 1967, quando ainda não existia internet ou aposta eletrônica, que permitem que o ganhador seja identificado.

Agora, como esta ‘reviravolta’, o Procon informou que irá notificar a Caixa novamente, desta vez para que o banco confirme a identidade do vencedor.

Ainda na nota, o órgão afirma que mesmo que a Caixa alegue que o prazo para a retirada do prêmio já acabou, é obrigação da instituição fazer o pagamento porque, como foi uma aposta online, é possível verificar a identidade do apostador.

Por: Gabriela Doria

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top