Conecte-se conosco
Foto: : Rai Pontes / SEDUC / Fonte: Agência Pará

EDUCAÇÃO

Seduc define estratégias de distribuição do vale-alimentação escolar para novos alunos

A partir desta segunda-feira (19), 33 mil estudantes que ingressaram na rede estadual de ensino, na Região do Guajará, começam a receber os seus cartões

Com o intuito de definir estratégias para a entrega do vale-alimentação escolar aos 135 mil alunos que ingressaram na rede estadual de ensino, em 2021, na última sexta-feira (16), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen), promoveu uma reunião com os gestores das Unidades Seduc na Escola (USEs), que atuam nos municípios da Região Metropolitana de Belém.

Na ocasião, a equipe responsável pelo gerenciamento do benefício esclareceu as principais dúvidas relativas ao vale-alimentação escolar; como cada gestor deve proceder no ato de entrega dos cartões; além de enfatizar a importância de se respeitar as medidas sanitárias em prevenção à Covid-19. Ainda nesta semana, o mesmo encontro vai ocorrer de maneira virtual, com os dirigentes das Unidades Regionais de Ensino (UREs) situadas no interior do estado.

A logística de entrega do auxílio de alimentação escolar ocorre da seguinte forma. Na última sexta-feira (16), os gestores das USEs enviaram os novos cartões para cada unidade escolar da sua área de jurisdição, que em seguida serão responsáveis por distribuí-los aos estudantes que ingressaram na rede estadual, em 2021. Neste sentido, a partir desta segunda e terça-feira (19 e 20), respectivamente, inicia a entrega, de forma escalonada, dos cartões do vale-alimentação escolar para 33 mil novos alunos da rede estadual, que residem nos cinco municípios da Região de Integração do Guajará (Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará).

Até a próxima sexta-feira (23), os 102 mil cartões restantes já terão sido entregues às UREs do interior do estado e as escolas estaduais dessas localidades paraenses já terão seus cronogramas de distribuição definidos. No entanto, é importante ressaltar que cada escola vai organizar seu cronograma de maneira individual, portanto, os alunos devem ficar atentos aos comunicados e às redes sociais das unidades de ensino em que estão matriculados.

Os estudantes que já estavam matriculados ou ingressaram este ano em uma das Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (EETEPAs) irão continuar recebendo o vale-alimentação escolar através do cartão disponibilizado pela Seduc. No entanto, é importante ressaltar que, desde o início de 2021, a gestão das EETEPAs passou para a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior Profissional e Tecnológica (Sectet), sendo agora responsável pelo processo de matrículas dos novos alunos, disponibilização dos conteúdos de aprendizagem ou quaisquer outra demanda relacionada às unidades de ensino tecnológico. 

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destacou que, “o vale-alimentação escolar é um investimento com recursos oriundos do Tesouro Estadual, que tem como intuito minimizar os impactos da pandemia. Dessa forma, o governo do Estado, por meio da Seduc, buscou dar aos alunos da rede estadual, o mínimo necessário para a aquisição da merenda escolar, durante este período em que as aulas presenciais estão suspensas”.

De acordo com a secretária adjunta de Ensino, Regina Pantoja, esta iniciativa do governo do Estado, por meio da Seduc, veio para resguardar o direito dos estudantes da rede pública estadual, em relação à merenda escolar. A titular da Saen também ressaltou a importância social do benefício, que está assegurando a alimentação de milhares de paraenses, durante este período de pandemia.

“O vale-alimentação escolar é uma maneira de oportunizar aos alunos da rede estadual, que eles possam garantir a sua alimentação e até mesmo de seus familiares. É fato que, em decorrência da pandemia, muitos perderam seus empregos e não possuem condições financeiras de comprar alimentos em grande quantidade para os membros de uma família. Dessa maneira, este auxílio do governo do Estado, por meio da Seduc, cumpre sua função social de não apenas beneficiar os nossos 586 mil estudantes da rede estadual, mas também outros milhares de paraenses”, pontuou.

A diretora de Educação Básica da Seduc, Regina Celli Alves, explica que, “a reunião com os gestores objetivou passar orientações sobre como deve se proceder o processo de entrega dos cartões aos novos alunos da rede estadual, sempre respeitando as medidas sanitárias para que não haja aglomerações nas escolas e que todos tenham suas dúvidas esclarecidas, para que se faça bom uso do benefício”.

Regina Celli Alves detalhou como será a logística de distribuição do benefício. “Iniciaremos pela Região de Integração do Guajará, haja vista que os demais municípios paraenses estarão recebendo os cartões nos próximos dias, para que também seja feita a distribuição aos alunos. A gente pede que cada estudante ou responsável fique atento ao cronograma de entrega da sua escola e não perca o prazo para retirar seu vale-alimentação escolar”, complementou a diretora de Educação Básica da Seduc.

A gestora da 3ª USE, Mônica Belo, ressaltou a importância do encontro de gestores e afirmou que, “a reunião foi importante para esclarecer como os novos estudantes, que entraram na base de dados da Seduc, em 2021, irão receber os seus benefícios. Neste sentido, vale ressaltar a responsabilidade que cada diretor escolar terá no ato de entrega dos cartões, não deixando essa atribuição para terceiros. O aluno que for menor de idade, os pais ou responsáveis terão que ir até as escolas para fazer a retirada do cartão; caso o estudante seja maior de idade, ele poderá se responsabilizar por buscar o vale-alimentação escolar na unidade de ensino em que estiver matriculado”, frisou a dirigente.

CRONOGRAMA

19 e 20/04 – Inicia a entrega do vale-alimentação escolar, de forma escalonada, para os 33 mil novos alunos da rede estadual que residem na Região de Integração do Guajará.

23/04 – Entrega dos cartões para os gestores das UREs (interior do estado), que em seguida irão encaminhá-los para a direção de cada escola.

26/04 – Inicia a entrega do vale-alimentação escolar, de forma escalonada, para os 102 mil novos alunos da rede estadual que residem nas demais regiões do estado.

*Texto: Vinícius Leal (Ascom/Seduc).
Por Lilian Guedes (SEDUC)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top