Conecte-se conosco

BELÉM

Escolas municipais recebem orientação para início do ano letivo 2021

Foto: Reprodução /Fonte: Agência Belém

Representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semec) se reuniuram nesta quarta-feira, 7, com diretores e gestores da rede municipal de ensino. O encontro foi para compartilhar orientações administrativas e pedagógicas para o retorno das aulas não presenciais, marcado para o próximo dia 12 de abril. A reunião foi dividida em três horários durante o dia para atender todas as 204 escolas distribuídas nos oito distritos administrativos do município.

Na primeira parte da reunião, a diretora de Educação (Died) da Semec, professora Dorilene Melo, apresentou o calendário letivo 2021, plano de retorno e destacou a importância de fazer relatório de acompanhamento pedagógico não presencial de cada unidade educativa. “Nesta semana de 5 a 9 de abril, orientamos que os diretores e gestores organizem as escolas para o início do ano letivo, referente à limpeza dos espaços para realizar a entrega dos kits alimentícios e pedagógicos aos pais, a partir do dia 12 de abril. E para isso é preciso mobilizar a comunidade escolar para este retorno. As equipe da Diretoria de Educação e de Administração da Semec estão à disposição para acolher as dúvidas das escolas municipais.”

Planejamento – Ela também pontou que, entre os dias 12 e 30 de abril, os professores precisam realizar uma avaliação diagnóstica a partir de instrumentos diversos, considerando a realidade de cada território, uma vez que a rede de ensino conta com escolas de campo, áreas periféricas, por exemplo. Dentro do calendário letivo está marcado, entre os dias 21 a 25 de junho, o I Conselho de Ciclo e Totalidade para avaliação dos alunos. As férias escolares serão no período de 1º a 30 de julho. O II Conselho de Ciclo e Totalidade será realizado entre os dias 21 e 25 de fevereiro de 2022. Com um total de 201 dias letivos e 804 horas-aulas, o ano letivo de 2021 se encerra no dia 11 de março de 2022.

Só após a vacina – “Decidimos ser mais prudentes e preservar vidas.O retorno presencial só vai ocorrer após a vacina, o que a secretária e o prefeito estão articulado com o Governo do Estado. E neste retorno não presencial,  mais importante é o acolhimento do aluno e não enchê-los de atividades. A nossa prioridade é a qualidade do ensino e não quantidade”, disse Dorilene.

Suprimento emergencial – Na segunda parte da reunião, a diretora administrativa (Diad), professora Andrea Ewerton, destacou o destino correto do suprimento de fundos emergencial e algumas ações que serão desenvolvidas nas escolas municipais nos meses de abril e maio, como por exemplo, serviços de manutenção e obras, entre outras demandas.

“Estamos com 37 escolas recebendo serviços de desinsetização, desratização e descupinização, e mais 5 escolas que vão receber limpeza de caixa d’água por meio de empresas contratadas. A ideia é ampliarmos os serviços para mais escolas, e para isso o setor de manutenção está realizando visita técnica para fazer o levantamento de outras necessidades. Também vamos dar prioridade à conclusão de obras pendentes, em especial no que se refere a telhados e revisão elétrica. Já estamos fechando novas parcerias com a Fábrica Esperança e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap”, disse a diretora, que também falou sobre lotação de professores e orientações as 67 escolas contempladas no Programa Banda larga nas Escolas, do Governo Federal.

Nutrição – Esteve presente na reunião Raphael Lennon, nutricionista e responsável técnico da Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (Fmae). Ele tranquilizou a rede municipal, informando que a instituição já está finalizando a consolidação dos kits de alimentação escolar, conforme determina o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para que os pais os recebam agora, no retorno das aulas, uma vez que este benefício está vinculado ao período escolar.

A partir deste momento, a Semec fará reuniões mensais com as escolas municipais para compartilhar orientações e experiências, sempre com o caráter formativo.

Por: Tábita Oliveira

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.