Conecte-se conosco

BELÉM

Médicos recebem a primeira dose da vacina contra a covid-19 no Conselho Regional de Medicina

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

Em 7 de abril se comemora o Dia Mundial da Saúde e esse ano a data traz o tema “Em defesa do SUS e de todas as pessoas.”  E foi justamente essa data que o Conselho Regional de Medicina escolheu para iniciar a vacinação da categoria contra a covid-19. Inicialmente 250 médicos receberam a primeira dose da vacina e até sexta-feira,9, cerca de mil profissionais serão imunizados. “Seguiremos rigorosamente os critérios do Ministério da Saúde, principalmente no que diz respeito à idade dos médicos, a presença de comorbidades e a residência no município de Belém”, ressalta o presidente do CRM, Manoel Walber Silva.

Vale destacar que cada conselho define a lista das pessoas vacinadas, mas a Secretaria Municipal de Saúde orienta que o critério principal seja a idade.

A médica Linny Nunes estava mais calma depois que tomou a primeira dose do imunizante. “Estou bem feliz porque nós que estamos na linha de frente, atendendo pacientes com covid-19 temos que ter o cuidado redobrado e com a primeira dose, se eu adoecer vai ser uma versão mais branda do corona”, enfatizou.

Ao todo 20 mil profissionais entre médicos, enfermeiros, biomédicos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais,nutricionistas, odontólogos,psicólogos e de serviço social serão imunizados até o final da semana. “ Nós pretendemos vacinar cem por cento dos profissionais de hospitais e clínicas, por isso resolvemos fazer uma campanha voltada para esses profissionais da saúde que são tão importantes no combate à covid”, declarou o diretor de Atenção à Saúde da Sesma, Cláudio Salgado.

Na próxima segunda-feira,12, começa a vacinação das pessoas com comorbidades, e as do grupo dos sessenta anos ou mais que ainda não tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a covid-19. 

Gripe

Também na segunda-feira,12, a Secretaria Municipal de Saúde dará início à campanha de imunização contra a gripe, começando pelos grupos prioritários que são as crianças de 6 meses a 6 anos, grávidas, puérperas,  profissionais da saúde e povos indígenas.

Por: Carolina Boução

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.