Conecte-se conosco

COLUNA - PRAGAS URBANAS & VOCÊ

Moscas | Por que são tão perigosas?

Foto: Reprodução / Fonte: Correio Paraense

São muitas as espécies de moscas: Mosca doméstica, Mosca varejeira, Mosca dos estábulos, entre outras. As moscas possuem 4 estágios, Ovos, Larvas, Pupas e por fim moscas.

Basicamente todas as larvas virarão moscas. Por exemplo, as larvas que estão em lixo em decomposição, animais mortos, as que geram dentro de alimentos, como feijão, trigo e etc, e as bem famosas larvas pretas, comuns em banheiros, que geram uma mosca pequena com asas que lembram um formato de coração.

Muitas espécies de moscas agem como vetores de micro-organismos causando doenças para pessoas e animais. A mosca doméstica é a mais comum em ambientes urbanos. Transmitindo doenças como salmoneloses, inflamação da mucosa do intestino delgado, disenterias, hepatites virais, verminoses, hanseníase, etc. A transmissão dessas patologias podem ser transmitidas através: das pernas, corpo, aparelho bucal ou expulsá-los pela regurgitação ou nas fezes.

 Não é possível exterminar as moscas por completo, mas é possível controlar para que haja uma população aceitável para determinados ambientes.       Digno de nota é identificar os locais de proliferação, de reprodução, visto que as moscas adultas, ou seja as que estão voando, apenas representam 20% do problema. Os outros 80% estão nas fases de ovo, larva e pupa. Por isso é importante identificar esses pontos mediante uma boa vistoria para a obtenção do êxito no controle. Mas vale ressaltar que o foco (criadouro das larvas) pode estar até 100 metros de distância de onde as adultas estão aparecendo. Uma observação, no caso de moscas de banheiro essa distância cai para aproximadamente 10 metros.

Na dúvida opte por uma empresa especializada.

Proteja-se! Pragas podem matar.

Por: Sidney Costa – Diretor da ECCOPRAGA – Soluções ambientais

Instagram @eccopraga
Fone/ WhatsApp: (91) 98127-0480
E-mail: eccopraga@eccopraga.com   

Propaganda
1 Comment

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.