Conecte-se conosco

Governo intensifica vacinação em todo o Pará para criar barreira imunológica contra a covid-19

Foto: Alex Ribeiro - Ag. Pará / Fonte: Agência Pará

PARÁ

Governo intensifica vacinação em todo o Pará para criar barreira imunológica contra a covid-19

Belém será a primeira capital do Brasil a vacinar idosos a partir de 60 anos, anunciou neste domingo (21) o governador Helder Barbalho em suas redes sociais

Após reunião com o Comitê Científico da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou em suas redes sociais, neste domingo (21), novas estratégias para avançar com a vacinação em todas as regiões do Pará. Belém será a primeira capital do Brasil a vacinar idosos a partir de 60 anos.

“Analisamos o nível de contágio de cada região, para que possamos criar uma barreira imunológica daquelas que estão com maior incidência. Vamos avançar, nos próximos dias, com a vacinação em todas as regiões do Estado para proteger o maior número de pessoas. O foco é alcançar aqueles que estão mais sensíveis ao contágio e, consequentemente, precisando de um leito hospitalar e atendimento médico”, afirma o governador. 

Nos próximos dias, na Região Metropolitana de Belém (RMB), os idosos a partir de 60 anos de idade já poderão ter acesso à primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. O Centro Regional de Saúde de Belém possui 64.192 idosos a partir desta faixa etária. 

Nas regiões do Baixo Amazonas e Tapajós será alcançado o público com mais de 63 anos. Na região do Marajó Ocidental e Oriental, idosos com mais de 65 anos serão incluídos. Na região do Xingu, a vacina será disponibilizada para idosos a partir de 70 anos. 

Nas regiões sul e sudeste do Pará e regiões de Marabá, Redenção, Conceição do Araguaia e Parauapebas idosos a partir de 70 anos serão incluídos. No nordeste do Estado e nas regiões do Caetés, Salgado, Belém-Brasília, Baixo Tocantins e Castanhal também será garantida a vacinação para todos com mais de 70 anos. 

Acompanhe o calendário de vacinação do seu município.

Por Giovanna Abreu (SECOM)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top