Conecte-se conosco

BELÉM

Supermercados em Belém são fiscalizados durante o lockdown

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

No último sábado, 20, a Organização Pública da Prefeitura de Belém em conjunto com a Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Devisa/Sesma), Polícia Militar e Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) visitaram supermercados para dar continuidade à fiscalização para o cumprimento das restrições estipuladas pelo decreto estadual que institui o lockdown (suspensão das atividades não essenciais) na capital e Região Metroplitana. O objetivo dessas medidas é prevenir que mais pessoas sejam contaminadas pelo novo coronavírus.

A fiscalização teve início na última quinta-feira, 18, com uma ação educativa, distribuição de máscaras e orientações sobre o uso obrigatório da proteção individual. No dia seguinte, passou a valer a aplicação de multas para pessoas físicas, no valor de R$ 150,00, e para estabelecimentos de atividades não essenciais, no valor de R$ 50 mil, em caso de desobediência ao decreto.

De acordo com o coordenador da Organização Pública, Rafael Braga, neste sábado, 20, os fiscais realizaram uma fiscalização nos principais supermercados de Belém, nos quais verificaram o cumprimento de medidas como a demarcação das áreas de fluxo capazes de evitar a aglomeração, a orientação para que os clientes respeitem o distanciamento de 1,5 metro e o uso de máscaras e álcool em gel.

“Os fiscais encontraram resistências por parte de alguns clientes pelo uso de máscara e o distanciamento social. É preciso a conscientização por parte da população. Encontramos várias pessoas da mesma família nos supermercados.  Não é necessário que toda a família vá. Um membro da família já é o suficiente. Precisamos evitar o contato”, afirma o Coordenador da Organização Pública, Rafael Braga.  

“No primeiro supermercado que recebeu a fiscalização havia clientes em número superior ao limite permitido, não estava organizado o distanciamento nas filas dos caixas e não foi disponibilizado álcool em gel e nem verificada a temperatura corporal na entrada do estabelecimento”, destacou o coordenador

“Acho ótimo essas fiscalizações constantes que a prefeitura vem realizando. Preciso vir ao supermercado várias vezes, estou cuidando de idosos”, declarou Nilma Costa, de 40 anos, cliente que fazia compras. 

Balanço

A Operação Lockdown já percorreu 12 bairros de Belém. A Vigilância Sanitária (Devisa/Sesma) vistoriou 15 estabelecimentos, sendo que, destes, quatros foram autuados por não apresentarem licença de funcionamento. Os demais estabelecimentos visitados estavam cumprindo as medidas sanitárias.

A Vigilância Sanitária também autuou farmácias que funcionam nas dependências dos supermercados porque estava realizando testes de Covid-19 no local, procedimento que é vedado.

Ainda, ao longo dos dias de realização da Operação Lockdown, uma quadra pública de esporte teve as atividades encerradas pela equipe de fiscalização; um grupo de jovens que estava correndo na Praça Brasil foi orientado a voltar para casa; uma reunião de moradores, que acontecia na garagem de uma casa, foi encerrada; e pessoas que estavam passeando com pets também foram orientadas a voltar para casa.

Por: Igor Monteiro

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.