Conecte-se conosco
Foto: Reprodução / Fonte: G1 PA

ECONOMIA PARAENSE

Paraenses pagam mais caro pela alimentação básica, com alta recorde durante a pandemia

A pandemia trouxe impactos para toda a economia, incluindo a alimentação dos paraenses. Em um ano, o preço dos produtos básicos alcançou alta de quase 22%, contra uma inflação de 6,22%, segundo pesquisas do Dieese Pará.

De acordo com os estudos, neste primeiro ano de pandemia, a alta da cesta básica foi recorde e a tendência ainda é de novos aumentos nos preços dos alimentos para os próximos meses.

Entre março de 2020 e fevereiro de 2021, a maioria dos produtos teve altas de preços acumuladas, com destaque para o óleo de cozinha (soja), com alta acumulada no período de 101,15; seguido do arroz, com reajuste acumulado de 77%; feijão, com alta de 43,41%; carne bovina, com alta de 36,13% e do leite com alta de 29,27%.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top