Conecte-se conosco

BELÉM

Ação de Limpeza Emergencial da Prefeitura de Belém já apresenta redução de alagamentos na cidade

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

A Ação de Limpeza Emergencial da cidade, desencadeada pela Prefeitura de Belém, através da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), vem impactando de forma decisiva na redução dos alagamentos da capital paraense, porque possibilita o aumento do escoamento da água da chuva nesse período de intenso ciclo pluviométrico.

O serviço envolve a manutenção de macro e microdrenagem, com a limpeza e desobstrução de bueiros e poços de visita (bueiro por onde se tem acesso às redes de serviços subterrâneos), capinação e raspagem em vias e logradouros, além de intensa limpeza de canais que estavam muito assoreados há mais de 10 anos.

 A Sesan já realizou a limpeza de 56 canais de Belém e muitos já tiveram o retorno das equipes para manutenção. A Ação de Limpeza Emergencial começou no dia 13 de janeiro, vai se estender até o dia 30 de abril, com cerca de 2 mil homens, e deverá passar por todos os bairros da cidade.

“O objetivo é diminuir o impacto dos alagamentos neste período de chuvas, o que já pode ser observado em alguns pontos que tradicionalmente alagavam, com o escoamento das águas pluviais mais rápido”, afirma a secretária municipal de Saneamento, Ivanise Gasparin.

Descarte de entulho

A atual gestão da Prefeitura Municipal encontrou um cenário de muitos pontos  de descarte irregular de entulhos na capital, ocasionado pela falta de uma coleta organizada desse tipo de material na gestão anterior.

A Sesan atua de forma incisiva para solucionar este grave problema em toda a cidade, realizando um cadastro desses trabalhadores (carrinheiros) para que recebam assistência de políticas de geração de renda e financeira.

Equipes de educação ambiental da secretaria  realizam ações constantes de diálogo com a comunidade sobre o manejo correto de resíduos sólidos, como forma de conscientizar a comunidade para não jogar material nas ruas, beiras de canal ou locais abandonados.

Solução

Os chamados alagamentos históricos de  Belém, como o da Rua dos Pariquis, Travessa Dr. Moraes e Avenida Alcindo Cacela podem estar perto do fim com as obras da bacia da Estrada Nova – de responsabilidade do Programa de Macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova (Promaben) – que foram reiniciadas nesta nova gestão.

Com a conclusão das obras de macrodrenagem, os  bairros do Jurunas,  Cremação, Condor,  Cidade velha e  Guamá vão sofrer menos  com os alagamentos ou na maioria das ruas não haverá mais alagamentos, segundo a previsão dos técnicos das obras.  “É  bom destacar que estamos no terceiro mês da nossa administração e já se pode notar que a cidade ‘respira’ melhor, está mais limpa e que vamos avançar para resolver esses problemas históricos”, ressalta Ivanise Gasparim.

Por: Andrea Cunha

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.