Conecte-se conosco

PARÁ

Estado do Pará não está em zona critica de ocupação de UTI

O monitoramento sobre os índices de ocupação é feito pela Universidade Federal Rural da Amazônia.

Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo / Fonte: Confirma Noticia

Apesar dos números da Covid-19 não parem de subir no Pará, a Fundação Oswaldo Cruz divulgou informações que apontam o estado fora do que eles chamam de zona critica quando analisam os índices de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva em todo o Brasil.

O Pará estava com índices preocupantes quando chegou atingir 82% da taxa de ocupação, mas segundo um novo levantamento da fundação, o Estado caiu para 75%.

Além do Pará, estão fora da zona crítica os estados do Amapá, Paraíba, Alagoas, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O atual cenário mostra que o Pará vem se mantendo equilibrado quando a questão é internação. O monitoramento sobre os índices de ocupação é feito pela Universidade Federal Rural da Amazônia.

As regiões Tapajós e Baixo Amazonas seguem com fluxos diferentes das demais. Nessas regiões as internações em estado grave reduziram. Mas vale lembrar que a região Oeste, onde está localizado o Baixo Amazonas, passou recentemente por um lockdonw, o que segundo o governo, motivou o controle do vírus”.

Para que as cidades do Pará sigam controlando os leitos nos hospitais municipais ou regionais, o governador realizou uma reunião com os prefeitos para falar sobre as novas medidas que o Decreto Estadual possui. Prorrogado por mais sete dias, o Pará quer controlar a contaminação nos municípios e cobrou prefeitos para atualizarem o Ministério da Saúde sobre dados da vacinação.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.