Conecte-se conosco

BELÉM

Sesan | Mais de 50 canais recebem ação de limpeza em Belém

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

A Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) já realizou a limpeza de 52 canais de Belém, retirando em torno de 36.892 m³ de resíduos oriundos de material dragado e 936.000,00 m² oriundos de limpeza manual, por meio da Ação de Limpeza Emergencial, como parte do plano imediato da secretaria para os primeiros meses de governo da Prefeitura Municipal. A ação ocorre em cooperação com o Governo do Estado. De acordo com dados técnicos da Sesan, Belém possui 15 bacias hidrográficas com 65 canais, que juntos têm 94 quilômetros de extensão. 

Impactos – O objetivo é restabelecer o sistema de escoamento das águas pluviais e minimizar o impacto dos alagamentos deste período chuvoso na cidade. A ação ocorre desde o dia 13 de janeiro e está prevista para terminar em 30 de abril. Cerca de dois mil homens fazem os serviços, que incluem também a manutenção de macro e micro drenagem, limpeza e desobstrução de bueiros e poços de visita, capinação, raspagem em vias e logradouros. 

“Há muitos anos os canais de Belém não recebiam uma limpeza de forma geral, para desassorear o curso deles. Nós já entramos em diversos canais que estavam com uma situação muito crítica e vamos continuar limpando para tirar essa herança de termos uma cidade suja”, diz Ivanise Gasparim, secretária municipal de saneamento. 

Sesan nos bairros – A Ação de Limpeza Emergencial já passou pelos bairros da Terra Firme, Marco, Condor, Campina, Mangueirão, Cremação, Guamá, Pedreira, São Brás, Nazaré, Jurunas, Batista Campos, Umarizal, Sacramenta, Bengui, Cidade Velha, Icoaraci, Reduto e Águas Lindas e passará por toda a cidade com os serviços previstos no plano e de acordo com cronograma da secretaria.

Atualmente, a Sesan já realizou serviços em 28 canais e continua com manutenção de outros 14, totalizando 42 canais, tendo atingido pontos e extensões de maior relevância nos canais da São Joaquim I e II, Água Cristal, Galo, Bernardo Sayão, Antônio Baena, Jacaré, Generalíssimo, 3 de Maio, Mundurucus, Cipriano Santos, Marte, Vileta, Pirajá, Santa Izabel, Mata Fome, entre outros principais, inclusive com retorno previsto para ser realizada no início do mês de abril. 

“Já observamos que em alguns pontos os alagamentos diminuíram, pois os canais aumentaram as suas capacidades de acumulação e consequentemente eliminando ou mitigando a concentração de água”, diz Pedro Piqueira, diretor do Departamento de Resíduos Sólidos. “Vamos voltar em alguns canais também para refazer o serviço, já que com o tempo existe nova sedimentação e crescimento de mato, gerando obstruções”, completa.

Por: Dominik Giusti

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.