Conecte-se conosco

Nota de Esclarecimento | Prefeita de Abaetetuba se pronuncia sobre acusação de ‘vacina vip’ em agente administrativa

Foto: Reprodução / Fonte: Correio Paraense

POLÊMICA

Nota de Esclarecimento | Prefeita de Abaetetuba se pronuncia sobre acusação de ‘vacina vip’ em agente administrativa

A jovem que Assistente Administrativa na prefeitura de Abaetetuba, nordeste do estado, está sendo acusada pelos moradores e a imprensa de ter furado a fila da vacinação contra a covid-19 no município de Abaetetuba.

A Prefeita Francineti Carvalho (PSDB), nega que Carla Niandra tenha sido imunizada indevidamente que de alguma forma houve favorecimento, a gestora afirma que também pegou Covid-19 chegando a ficar internada na UTI (Unidades de Terapia Intensiva ) e que sentiu na pele a dor de perder sua mãe pra doença. Ela deixa claro que jamais favoreceria nem a si mesma e muito menos a outros com o imunizante.

Francineti Carvalho fala a respeito da estratégia de imunização na cidade a onde prioriza os da área de risco e profissionais da saúde.

Nota de Resposta da Prefeitura de Abaetetuba

Carla Niandra é contratada da Prefeitura de Abaetetuba, na função de agente administrativa lotada junto à Secretaria de Saúde, portanto, compõe o público-alvo da 1ª fase do PPV-COVID-19, sendo importante frisar que a vacinação da referida servidora não se deu na etapa destinada à imunização de profissionais da linha de frente.

Ademais, apesar de não se tratar de profissional da área de saúde, Carla Niandra classifica-se como uma trabalhadora do serviço de saúde, já que atua neste setor e realiza atendimento à população e aos profissionais lotados em unidades de atendimento direto a pacientes com síndrome gripal.

Dito isto, insurge-nos esclarecer, que o Município apenas cumpriu e vem cumprindo com as orientações do Governo Federal, que através do “Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”, determina como público alvo, os trabalhadores da saúde – dentre os quais, destaca-se a orientação do Ministério da Saúde, que inclusive ressalta:

“Cabe esclarecer que TODOS os trabalhadores da saúde serão contemplados com a vacinação, entretanto a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme disponibilidade de vacinas. Ressalta-se ainda que as especificidades e particularidades regionais serão discutidas na esfera bipartite (Estado e Município)”.

Ademais, cumpre esclarecer também, que o senhor Carlos Alberto Santos Monteiro não trabalha diretamente com a Prefeita Municipal, como apontado no questionamento. O referido servidor é lotado na Secretaria Municipal de Educação, como componente do Núcleo de Infraestrutura Educacional.

Dessa feita, a Prefeitura informa, ainda, que até a data de 03 de março, foram aplicadas 3.527 doses de imunizante contra a Covid-19, em profissionais da saúde (nas redes pública e privada) e idosos a partir de 80 anos.

Ao final, importante esclarecer ainda, que trabalha seriamente no grupo enfrentamento à Pandemia e a vacinação é realizada mediante total regularidade e atenção às orientações do PPV-Covid-19, do Governo do Estado.

Nota de Esclarecimento da FAMEP sobre o caso

Por: Lia Corpes

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top