Conecte-se conosco

CLIMA

Março | Previsão de muita chuva e clima nublado será predominante em todo o Pará

Foto: Reprodução / Fonte: Correio Paraense

A previsão para a Região Metropolitana de Belém é tempo majoritariamente nublado a encoberto, com pancadas de chuvas ocorrendo durante o final da manhã e à noite. Chuvas moderadas a fortes podem ocorrer às tardes, podendo atingir acumulados de 70 mm em seis horas de evento. Por outro lado, as mínimas oscilarão entre 22 a 24 ºC e as máximas não ultrapassarão os 33 ºC.

Após um fevereiro com muita chuva, o paraense deve esperar para o mês de março, no mínimo, dias de tempo com céu variando de nublado (sol entre nuvens) até encoberto com chuvas contínuas e em alguns casos até intensas com rajadas de vento e raios. É o que informa Saulo Carvalho, coordenador de meteorologia da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas).

A intensidade do aguaceiro vai aumentar, portanto. “As análises meteorológicas e oceânicas mais recentes indicam que sim, e há pelo menos três motivos para isso. Um: o fenômeno oceânico La Niña de intensidade moderada faz com que a superfície do oceano Pacifico esfrie cerca de 1,2 ºC do normal alterando toda  a circulação atmosférica em boa parte região norte do Brasil, nesse caso específico favorecendo chuvas além da média climatológica.

O segundo motivo: Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), concentrando umidade e formando nebulosidade e chuvas em toda a porção norte do estado. E o terceiro motivo: resquícios de sistemas frontais que canalizam umidade e organizam chuvas de grande volume em toda a porção sul do Pará.

As previsões indicam que ainda haverá alternância entre manhãs com sol entre nuvens e pancadas de chuvas isoladas durante a primeira semana de março, acrescentou. “Mas a tendência é que, após o dia 10, haja um número maior de dias com céu encoberto e até chuvas mais volumosas principalmente no início das tardes”, disse.

Quanto ao interior do Estado, as primeiras análises indicam que as regiões mais afetadas serão aquelas localizadas na faixa leste do estado, desde o Nordeste até o Sudeste, com especial atenção à região de Carajás. Há chances de chuvas intensas também na região do Baixo Amazonas. “É importante ressaltar que, com a evolução dos fenômenos meteorológicos, outras regiões podem ser afetadas”, destacou.

Por: Lia Corpes

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.