Conecte-se conosco

MUNICIPIOS

Equipe de Supervisão Militar Educacional faz visitas para selecionar local onde será a primeira escola cívico militar em Altamira

Equipe do projeto de Supervisão Militar Educacional está em Altamira para visitar e selecionar o local onde será implementada a primeira escola cívico militar

Foto: Reprodução / Fonte: Assessoria de Comunicação PMA

Na tarde da terça-feira (02), foi realizada uma reunião na Secretaria Municipal de Educação, com representantes da Semed e a equipe técnica da Polícia Militar, formada pelo Tenente Coronel Sílvio Franco, Tenente Coronel Leno Carmo e a capitã Rosa Rodrigues, para coletar dados e fazer análise para a implantação do projeto de Supervisão Militar Educacional – SUME, mais conhecida como escola cívico militar, o que inclui também, a análise para o Plano de Segurança Escolar a ser elaborado pela Companhia Independente de Polícia Escolar – CIPOE.

Durante os próximos dois dias, nesta quarta (03) e quinta-feira (04), a equipe técnica responsável pela seleção, fará a definição da escola mais apropriada para abrigar o projeto que coloca Altamira na lista das cidades brasileiras que devem ter, em sua rede de ensino municipal, uma educação cívico militar.

O prefeito Claudomiro Gomes fez questão de participar da reunião e falou sobre a importância do projeto para a educação do município. “O projeto se faz necessário para a segurança da escola e para o bairro como um todo, pois é uma escola que irá introduzir conceitos de disciplina e sobretudo irá dar tranquilidade à comunidade escolar. A implantação da escola militar, é um projeto do governo do estado com o qual faremos parceria, e será muito importante tanto para a educação quanto para a segurança do município”.

Após as visitas e a definição da escola que sediará o projeto, será possível seguir com as outras 19 ações necessárias para a implementação do ensino, como a elaboração do Plano de Segurança Escolar, elaboração e assinatura do convênio e a criação da lei de remuneração. As escolas que possuem o ensino cívico militar contam a parte administrativa e os professores da rede municipal, e a Polícia Militar entra no supervisionamento desse ensino, fundamental na formação do aluno.

Assim que for assinado o convênio, policiais militares da região vão passar por treinamentos para fazer parte da equipe docente, a previsão é que escola Militar esteja funcionando no segundo semestre de 2021, mas tudo ainda vai depender da situação epidemiológica de Altamira.

O projeto de Supervisão Militar Educacional – SUME, tem como principal objetivo transformar escolas em “espaços seguros”, de cultura de valores cívicos, sociais, éticos e morais e de fomento a uma cultura de paz e de promoção dos direitos humanos. Também atua na prevenção de conflitos, estimulando a convivência pacífica e o exercício da cidadania, combatendo a violência e a criminalidade, integrando as três percepções: formação (família) – escolarização (escola com Supervisão Militar Educacional) – construção do projeto de vida (caminhos de vocação e profissionalização).

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.