Conecte-se conosco

BELÉM

Defesa Civil de Belém divulga balanço bimestral de ocorrências

Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

Entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, a Defesa Civil de Belém registrou, em média, 10 ocorrências por dia. O número é resultado da somatória entre as demandas públicas e privadas recebidas na sede da Defesa, de forma presencial ou virtual, e as vistorias realizadas em decorrência dos alagamentos e do vendaval que atingiram o distrito de Icoaraci e os bairros da Pratinha, Tapanã e Cordeiro de Farias, nos dias 25 e 26 de janeiro. No total, foram 615 registros.

As vistorias motivadas pelos alagamentos e os atendimentos registrados em decorrência do vendaval do dia 26 de janeiro somam 203 ocorrências. Além delas, entre os dias 1º de janeiro e 28 de fevereiro, a equipe da Defesa Civil de Belém realizou 412 atendimentos, sendo 88,10% solicitações de usuários que foram até a sede do órgão, na avenida Pedro Miranda, ou pediram vistoria técnica via e-mail

Demanda pública – O restante das ocorrências representa a demanda pública, quando a Defesa Civil é acionada pelo Centro Integrado de Operações (Ciop), por meio do 190, ou da Defesa Civil Estadual ou chamada pelos órgãos públicos municipais, estaduais ou federais. Entre janeiro e fevereiro foram registrados 49 chamados de fonte pública. 

No geral, os motivos mais comuns registrados foram risco de desabamento e rachaduras em imóveis, danos sofridos em decorrência de vendavais, alagamentos e incêndios. Semanalmente, a Prefeitura de Belém, por meio de suas redes sociais, informa os dados do boletim semanal das ações da Defesa Civil. O objetivo é informar a população e esclarecer sobre as principais atividades desempenhadas pelo órgão.

Prevenção – Além das ações destinadas a evitar ou minimizar desastres, sejam eles motivados pela natureza ou não, a Defesa Civil de Belém atua de forma preventiva com o intuito de reduzir o número de ocorrência e intensidade de desastres.

“Considerando o período de chuvas e altas marés do início do ano, a Defesa Civil de Belém iniciou um trabalho de levantamento de áreas de riscos nos distritos. Inicialmente foram constatados pontos críticos nas orlas de Outeiro e Mosqueiro que foram parcialmente interditadas”, declarou a coordenadora da Defesa Civil, Christiane Ferreira. 

Serviço –  Em caso de emergência, a Defesa Civil de Belém deve ser acionada pelo número 190 do Centro Integrado de Operações (CIOP). Vistorias em imóveis devem ser solicitadas pelo e-mail plantao@defesacivil.pmb.pa.gov.br ou pessoalmente na sede da Defesa Civil de Belém.

Endereço: avenida Pedro Aldeia Cabana, s/n , Aldeia Cabana, bairro Pedreira, Belém.
Horário de funcionamento: 9h às 15h.
Documentos necessários para solicitação de vistoria: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência (todos originais).

Por: Aycha Nunes

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.