Conecte-se conosco

AMAZÔNIA

Terra Indígena Yanomami, maior do Brasil, começa vacinação contra Covid-19

Vacinação começa em meio a denúncia da morte de 9 bebês com sintomas de Covid-19

Foto: Beto Ricardo/ISA /Fonte: Correio Paraense

A vacinação contra a Covid-19 começou esta semana na Terra Indígena Yanomami, a maior do Brasil e a mais vulnerável à Covid-19 na Amazônia.

Segundo a Hutukara Associação Yanomami, agentes de saúde nas comunidades de Kudatanha e Waikás, na região de Auaris, já estão aplicando a CoronaVac. De acordo com documento repassado pelo Conselho de Saúde Indígena Yanomami e Ye’kwana (Condisi-YY), 20 polos-base na Terra Yanomami receberam doses da vacina e estão aptos a vacinar a população local. O documento não traz detalhes sobre o número de vacinados, impedindo o acompanhamento da situação da vacinação.

Os óbitos, segundo Hekurari, foram em duas comunidades na Terra Indígena (TI) Yanomami, em Roraima. Segundo relatos dos indígenas, as crianças tiveram sintomas como febre e dificuldade para respirar.

Como sublinhou a Rede Pró Y-Y no comunicado, a falta de atendimento médico adequado na Terra Yanomami não é uma novidade e contribuiu para piorar a pandemia de Covid-19 no território. “A diminuição do número de profissionais de saúde na TIY e a consequente ausência de ações continuadas para controle sanitário e prevenção de doenças nas comunidades, sobretudo nas mais distantes dos postos de saúde, contribuem para o aumento da mortalidade infantil, malária, doenças respiratórias, entre outras”, diz o documento.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.