Conecte-se conosco

PARÁ

Presidência da Câmara Municipal de Paragominas fecha parceria com Projeto Menino Feliz

Crédito da foto: Projeto Menino Feliz / Fonte: Correio Paraense

O Projeto Menino Feliz, que atende 300 crianças em vulnerabilidade social, em Paragominas, agora conta com o apoio da Presidente da Câmara Municipal do município, Tatiane Helena Soares, vereadora reeleita. A parceria se iniciou na reunião entre representantes do projeto e a Presidente, na última quinta-feira, 21.

Segundo Tatiane Soares, que, enquanto vereadora, já apoiava o Projeto Menino Feliz, a presidência da casa vai propor aos vereadores a criação de projeto de lei de incentivos para a sustentabilidade do projeto. “A nossa ideia é que a cidade, como um todo, abrace essa causa devido ao enorme retorno social que o projeto traz ao oferecer novas oportunidades às nossas crianças”, disse a Presidente.

Para Gabriela Teixeira, secretária geral do projeto, contar com o apoio da Câmara é ver aumentar as possibilidades de poder ajudar ainda mais as crianças atendidas pelo projeto.
“Vejo essa parceria como uma grande conquista para o Projeto Menino Feliz, e é de suma importância estreitarmos esse laço entre Instituição e Legislativo. Tenho certeza que com essa união conseguiremos fazer muito mais por nossas crianças e adolescentes, visando um futuro melhor e digno para os mesmos”, afirmou.

Sobre o Projeto

O Projeto Menino Feliz existe há 23 anos. Começou com 30 alunos e hoje atende mais de 300 crianças, diariamente, no contraturno das aulas escolares. No espaço, são desenvolvidas várias atividades, como aula de informática, karatê, Jiu-jitsu, reforço escolar, músicas e muitas outras. O projeto sobrevive com doações. Quem tiver interesse em fazer doações e conhecer mais sobre o Projeto Menino Feliz, basta acessar @projetomeninofeliz nas redes sociais.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.