Conecte-se conosco
Foto: Reprodução / Fonte: Agência Pará

PARÁ

Governo do Pará solicita apoio aéreo para condução de vítimas após acidente em Santa Catarina

Após tomar conhecimento do acidente envolvendo um ônibus de turismo que saiu de Belém com destino o estado de Santa Catarina, na manhã desta segunda-feira (25), o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), estabeleceu contato com a gestão estadual do Paraná e com o titular da pasta de segurança pública local. 

O ônibus saiu da cidade de Ananindeua, localizada na Região Metropolitana de Belém, na sexta-feira (22), às 19h, com destino ao Balneário Camboriú. Cinquenta e dois passageiros estavam no interior do veículo, sendo quatro menores de idade, além de dois motoristas. O acidente ocorreu na BR-376, km 668 + 10, sentido sul, em Guaratuba, próximo à Curva da Santa. Até ao meio dia e meia, 21 óbitos haviam sido registrados, sete vítimas estavam em estado grave, seis vítimas moderadas e 20 vítimas com grau leve. 

Todas as vítimas já foram encaminhadas a hospitais da região. As mais graves foram encaminhadas via aeronave para o Hospital Cajuru (em Curitiba/PR) e Hospital São José (em Joinville/SC). Vítimas leves e moderadas foram encaminhadas por ambulâncias a hospitais em Garuva e Joinville, ambas cidades de Santa Catarina. Todos os óbitos estão sendo encaminhado ao Instituto Médico Legal em Curitiba.

O secretário de segurança pública e defesa social do Pará, Ualame Machado, afirmou que medidas já estão sendo tomadas para auxiliar as vitimas do acidente e familiares que perderam membros da família. 

“Estamos em contato com o governador do Paraná e com o secretário de segurança. O governador já entrou em contato para viabilizar uma aeronave da Força Aérea Brasileira para fazer a condução dos corpos até o Pará, visto que exige uma aeronave com maior capacidade e estrutura”, disse.

Por Aline Saavedra (SEGUP)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top