Conecte-se conosco
Foto: Reprodução / Fonte: Agência Belém

BELÉM

Agentes de segurança vão fiscalizar funcionamento de bares e casas de shows em Mosqueiro

O Distrito de Mosqueiro vai dar cumprimento ao Decreto Estadual que proíbe o funcionamento de bares e casas de shows e ambientes de festas, editado anteontem, pelo Governo do Pará, visando conter o avanço da segunda onda dos casos de Covid-19 no Estado. A fiscalização entra em vigor imediatamente com a Operação “Tolerância Zero”, da Polícia Militar, homens da Guarda Municipal e Polícia Civil. Durante reunião realizada, na manhã desta sexta-feira (22), na sede do Fórum de Mosqueiro, ficou decidido que as barracas com características de restaurantes, restaurantes e festas de casamentos e formaturas com público reduzido seguem autorizadas até meia-noite, mas as lojas de conveniência que vendem bebidas alcoólicas com público presente, bares e boates serão fechadas. A reunião foi solicitada pela agente distrital, Vanessa Egla, sendo conduzida pela promotora de Justiça de Mosqueiro, Ana Maria Magalhães.

A Guarda Municipal de Belém (GMB) vai iniciar a fiscalização orientando os barraqueiros e avisando que haverá o fechamento dos estabelecimentos que não cumprirem as medidas sanitárias previstas no Decreto Estadual. “Vamos inicialmente conversar com as pessoas e orientar sobre as medidas do decreto, que visam o avanço da Covid-19. Posteriormente, se houver resistência ou desobediência sobre os horários de funcionamento, nós tomaremos as medidas cabíveis, como o fechamento do estabelecimento comercial”, disse o inspetor Jean Carlos, que representou a GMB na reunião. Segundo o major Renato Brandão, subcomandante do 25º da Polícia Militar, em Mosqueiro, a fiscalização do cumprimento do decreto será realizada por meio da operação “Tolerância Zero”. “Vamos estender essa operação para fiscalizar a zona comercial de Mosqueiro”, completou. A Polícia Civil também estará atuando nas ações, segundo informou Roberto Chaves, diretor Operacional da PC, em Mosqueiro.

Para a promotora de Justiça, Ana Maria Magalhães, a parceria entre os órgãos de segurança e a Agência Distrital é importante para garantir o sucesso das medidas de segurança. Ela destacou que na ilha os episódios de intolerância em cumprir medidas governamentais são recorrentes, mas que as autoridades municipais, policiais e judiciais estão atuando com firmeza para dar segurança aos moradores do distrito. “Já registramos problemas com moradores e visitantes que desobedecem as medidas mais rigorosas durante a pandemia e agora, vamos dar seguimento à fiscalização do Decreto”, informou.

Mosqueiro tem características turísticas e uma região de praia extensiva com mais de 17KM de praias. Pelos números da Agência Distrital, a maior concentração de barracas, bares e restaurantes da ilha, estão situados nas praias do Farol e do Chapéu Virado com um total de 35 barracas; as demais funcionam nas praias do Ariramba, Bispo, Grande, Areão, Murubira e São Francisco, além dos bares, conveniências e restaurantes no Paraíso, Marahú, Carananduba e Baia do Sol.

Além das medidas de fiscalização do decreto governamental, a agente distrital Vanessa Egla, também já solicitou providências para solucionar a falta recorrente de água da ilha. Na próxima segunda-feira (25) haverá uma reunião com o representante da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) e a agente distrital. “Estamos buscando soluções aos problemas. Mosqueiro ficou muito tempo desassistido, por isso, pedimos um pouco mais de paciência aos moradores em relação à solução dos problemas de falta de água e limpeza do lixo”, disse.

Por: Selma Amaral

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top