Conecte-se conosco

SAÚDE

Anvisa libera uso emergencial das vacinas Oxford e CoronaVac

Foto: Reprodução / Fonte: Pleno News

Durante reunião extraordinária realizada neste domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade o uso emergencial das vacinas de Oxford/Astrazeneca e da CoronaVac.

A aprovação ocorre em meio a incertezas acerca de alguns dados, já que as vacinas estão em desenvolvimento e os estudos não foram concluídos. Mesmo assim, a Anvisa acredita que os benefícios superam os riscos, e atendem aos critérios de qualidade e segurança necessária.

A direção fez ressalvas especiais à CoronaVac, devido à ausência de dados de imunogenicidade, o que impede de validar sua eficácia a longo prazo. A relatora solicitou, então, que um termo de compromisso seja assinado pelo Instituto Butantan, garantindo o fornecimento dos dados até o dia 28 de fevereiro.

Com a liberação, os imunizantes poderão ser disponibilizados ao Sistema Público de Saúde (SUS), e o Plano Nacional de Imunização do governo Federal começará a ser executado. A comercialização das vacinas, contudo, segue proibida. Vale lembrar que a autorização provisória da Anvisa pode ser revogada, se necessário.

A vacina CoronaVac apresentou 50,4% de eficácia geral. Em casos leves da doença, o índice é de 78%, e de 100% para casos graves. O imunizante foi produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Já a vacina de Oxford/AstraZeneca alcançou 70% de eficácia contra casos moderados e leves, e 100% contra os graves. O imunizante é desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.