Conecte-se conosco

FUTEBOL

No Mangueirão, Remo joga no sábado (16) contra o Londrina podendo ir à final da série C

Foto: Guilherme Guerra / Ascom Seel / Fonte: Agência Pará

O Clube do Remo (PA) e o Londrina Esporte Clube (PR) jogam no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, no sábado (16), às 17 horas, pela última rodada do quadrangular final da série C do Campeonato Brasileiro de Futebol. O clube paraense busca a vaga de finalista, pois já conquistou o acesso à Série B na partida com o Paysandu Sport Club no último domingo (10).   

Cumprindo o protocolo de segurança, que é preventivo à propagação do novo coronavírus, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) executou o serviço de higienização completa da praça esportiva nesta sexta-feira (15). 

“Foram meses de muito trabalho para garantir a segurança contra a Covid-19 de todos os que participam das partidas de futebol. Não foi fácil manter tudo em ordem, mas a Seel conseguiu alcançar os objetivos. Em todos os jogos atendemos às normas e protocolos das entidades governamentais, com as medidas preventivas necessárias para reduzir a propagação do vírus, principalmente nesta última rodada do quadrangular”, ressaltou Fábio Lima, diretor do Mangueirão.

As últimas partidas da competição estão previstas para os dias 24 e 31, sendo em uma destas datas no Mangueirão, quando será conhecido o campeão da temporada. Mais um capítulo a ser escrito na história do futebol no Pará, apesar do período de crise sanitária. 

“Creio que Remo e Paysandu tiveram processos um pouco diferentes na retomada do futebol, após a parada em virtude da pandemia, relativos a questão física. Havia uma reta final do Parazão [Campeonato Paraense de Futebol] em andamento e nisso o Paysandu teve um desempenho melhor, sendo o campeão estadual. Já na Série C, o Remo apresentou maior desenvoltura, no meio da primeira fase, e conseguiu montar melhor o elenco, obtendo o acesso à Série B de forma antecipada. Estamos vivendo um período atípico, e muitas oscilações nos times foram comuns”, analisou o jornalista Rodolfo Marques, que há 20 anos é comentarista esportivo.

Como forma de assegurar a saúde e segurança de todos os envolvidos na organização e execução dos jogos, a partida entre Remo e Londrina não contará com a presença de torcedores e segue com número reduzido de profissionais, como está determinado na Diretriz Técnica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), realizadora da competição. 

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.