Conecte-se conosco

POLÍCIA

Corpo de jovem desaparecido é encontrado sem cabeça em Igarapé

Foto: Reprodução / Fonte: Correio Paraense

Após a forte chuva caída sobre Parauapebas, no sudeste do Pará, na tarde desta terça-feira (13), moradores do Bairros Tropical e Vale do Sol se depararam com um cadáver masculino preso a folhagens embaixo de uma ponte que liga os locais.

Populares que passavam pela ponte do Igarapé Ilha do Coco – ou Sebosinho – viram o cadáver boiando na divisa dos bairros e avisaram à polícia. Familiares reconheceram as roupas como sendo do jovem Ygor Silva.

O corpo foi resgatado do igarapé pelos próprios familiares, segundo os quais, ao chamarem os Bombeiros, receberam a explicação de que naquele momento não havia efetivo disponível para atender à solicitação.

O cadáver estava sem a cabeça e com várias perfurações, possivelmente provocadas por faca.

Acredita-se que o cadáver seria mesmo do jovem Ygor Silva, contudo, um exame de DNA será feito para que se confirme a identidade da vítima.

Vale relembrar que corpos sem cabeça encontrados em Parauapebas são atribuídos a homicídios de autorias de facções instaladas em Parauapebas. Homens da Polícia Civil estiveram no local coletando mais informações. O caso segue em investigação.

Desaparecimento

Ygor se ausentou na noite de domingo, para conversar com ex-namorada, com quem havia se desentendido e terminado relacionamento. Ele ia tentar a reconciliação. O rapaz foi visto com vida pela última vez em um bar. De lá para cá estava desaparecido.  A irmã dele, Yngrid, chegou a pedir ajuda em grupos de WhatsApp para encontrá-lo

A Polícia Civil esteve na casa da namorada de Ygor, que, em princípio, afirmou que Ygor esteve à procura dela por volta das 23h de domingo, mas não chegaram a conversar porque ela já estava dormindo. No início da noite desta terça, a jovem prestou mais alguns esclarecimentos à Polícia Civil.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Copyright © 2021 Correio Paraense todos os direitos reservados.