Conecte-se conosco
Foto: Reprodução / Fonte: Assessoria de Comunicação SINDUSCON-PA

PARÁ

Sinduscon e Senai lançam projeto de qualificação voltados para área da construção civil no PA

O Sindicato da Industria da Construção do Pará (Sinduscon) e o Senai lançaram na última semana o projeto “Emprega Mais” que visa a qualificação de profissionais da indústria da construção. O projeto será divido em duas etapas: a primeira será destinada para profissionais que estão afastados do mercado de trabalho e que precisam de novos treinamentos e a segunda fase abrangerá os trabalhadores que já estão postos em empresas.

A primeira parte do projeto já começou e as empresas participantes poderão indicar colaboradores que foram desligados para realizar os cursos preparatórios e assim, se capacitar para uma nova recolocação no mercado.

Os cursos oferecidos serão todos voltados para áreas afins da construção civil e cada empresa participante terá direito a vouchers que serão repassados para os trabalhadores. A quantidade de tickets será calculada pelo Senai de acordo com o quantitativo de funcionários que cada empresa possuí.

Lucas Silveira, gerente de relacionamento de mercado do Senai explica o funcionamento do programa, “O Senai abre as turmas de qualificação para as empresas que aderirem o programa ofertarem os cursos para os funcionários.  Após a inscrição, as empresas receberão vouchers para distribuírem aos colaboradores selecionados. O projeto é uma ponte entre o Senai, as empresas e a comunidade” falou.

Esta ação é muito importante para os trabalhadores do setor, devido à alta rotatividade que a indústria da construção demanda. Para Alex Carvalho, presidente do Sindicato das Indústrias da Construção PA (Sinduscon PA) este projeto representa aumento na economia do Estado, “O programa impacta diretamente na necessidade da retomada da economia e na qualificação de profissionais que foram desligados no quadro funcional durante a pandemia ou antes dela. Estimulando que o setor seja um dos principais responsáveis pelo crescimento da economia no Estado” disse.

O projeto é gratuito e as empresas interessadas deverão preencher o cadastro na plataforma do Senai no link: loja.mundosenai.com.br.

Por: Débora Barbosa

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top