Conecte-se conosco
Foto: PMPA / Fonte: Agencia Pará

POLÍCIA

Polícia Militar combate tráfico no Mojú e apreende cerca de 2.700 pés de maconha

Duas pessoas foram detidas e três armas de fogo foram apreendidas durante a operação

Uma operação do Comando de Policiamento Regional IX (CPR IX) resultou na apreensão de mais de 2.700 pés de maconha no município de Moju, nordeste do Estado. Durante a ação, que iniciou na madrugada da segunda-feira (10), a PM prendeu duas pessoas suspeitas de tráfico de drogas, além de apreender três armas de fogo, uma motocicleta e objetos utilizados para o plantio e cultivo da erva.

Por meio do setor de inteligência do CPR IX, os militares descobriram que alguns terrenos da comunidade Boa Esperança estavam sendo usados para o plantio irregular da maconha. De acordo com o levantamento, duas localidades da zona rural de Moju estariam sendo utilizadas.

Armas e objetos também foram apreendidos durante a operaçãoFoto: Ascom / PMPAOs militares do Grupamento Tático Operacional (GTO), 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (8ª CIPM), Policiamento Rural e Guarda Municipal montaram um esquema de atuação para chegar até o local. O primeiro plantio foi encontrado no KM 50 da Vicinal VII. 

Os agentes apreenderam cerca de 500 pés de maconha, além de uma quantidade que precisou ser incinerada no local. Dois homens foram presos suspeitos de tráfico de drogas. A PM apreendeu ainda três espingardas, uma motocicleta, sementes da erva, foices e outros objetos.

Na outra localidade, próximo ao Rio Acará, foram apreendidos mais de 2.200 pés de maconha. Um caminhão precisou ser usado pela PM para fazer o transporte da plantação. Outra parte também precisou ser incinerada no local, devido a dificuldade no transporte da quantidade expressiva. 

Foto: Ascom / PMPA

Os suspeitos foram apresentados juntamente com os pés de maconha, na Delegacia de Polícia Civil do município de Moju, para a realização dos procedimentos administrativos cabíveis.

Por Matheus Soares (PM)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top