Conecte-se conosco

Operação de proteção do defeso apreende mais de 8 mil caranguejos-uçá no nordeste do Pará

Foto: Divulgação/Polícia Militar do Pará / Fonte: G1 PA

PARÁ

Operação de proteção do defeso apreende mais de 8 mil caranguejos-uçá no nordeste do Pará

Em período de reprodução, é proibida a captura e venda do caranguejo-uçá. Animais resgatados foram soltos na natureza.

Mais de 8 mil caranguejos da espécie Uçá foram resgatados no nordeste do Pará. A operação de defeso da espécie iniciou dia 29 de Março e se estendeu até o último domingo (4). O balanço foi divulgado na terça-feira (6).

A operação contou com policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), e foi realizada nos municípios de Augusto Corrêa, Bragança, Capanema, Salinas, São João de Pirabas e Tracuateua.

Foram feitas fiscalizações nas feiras livres e mercados municipais, rondas nos portos e patrulhamento nos rios. Os agentes também verificaram as guias de estoques emitidas pelos órgãos de fiscalização e realizaram pontos de bloqueios em horários diversos que constataram a venda e transporte irregular dos caranguejos.

No total, foram resgatados 8.100 animais que foram destinados à soltura no seu habitat natural.

Proteção da espécie

A espécie de Ucides cordatus, o caranguejo-uçá, entrou no período de defeso na última segunda-feira (29), e o Pará está entre os estados que participam da regulamentação.

O objetivo é proibir a captura, transporte, beneficiamento, a industrialização e comercialização do animal durante o período de “andada”, momento em que os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas e andam pelo manguezal para acasalamento e liberação de ovos.

De acordo com a Lei nº 9.605/1998, a multa para os infratores pode chegar até R$ 100 mil, dependendo da carga de caranguejo apreendida.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
Propaganda
To Top